Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Com sentimento 'imortal', Edílson se despede do Grêmio e fala em 'dever cumprido'

Lateral direito jogará no Cruzeiro na temporada 2018

Estadão Conteúdo

03 Janeiro 2018 | 11h46

Anunciado na última terça-feira como reforço do Cruzeiro, Edílson se despediu nesta quarta do Grêmio con uma mensagem de agradecimento, em que afirma deixar o clube gaúcho com a sensação de "dever cumprido" após ajudá-lo a conquistar títulos de peso nas temporadas de 2016 e de 2017.

+ Fábio projeta Cruzeiro forte em 2018 e celebra ano 'surpreendente'

+ Grêmio se acerta com o Boa e contrata 'artilheiro' Thaciano por empréstimo

A saída de Edílson ainda não oficializada pelo Grêmio, mas o presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, aproveitou as comemorações pelo aniversário do clube, na última terça, para confirmar o acerto para a chegada do jogador. Em troca, o time gaúcho receberá o meia-atacante Alisson.

Esta foi a segunda passagem de Edílson pelo Grêmio, sendo que nesta ele foi campeão da Copa do Brasil de 2016 e da Copa Libertadores de 2017, além de ter sido titular da lateral direita e encarado como um líder do elenco. No outro período em que defendeu o time, ele foi campeão estadual em 2010.

"Geralmente despedidas são tristes e no futebol muitas vezes não é possível fazer isto da melhor maneira. Por isso, esta minha mensagem ao Grêmio é carregada de gratidão, pleno sentimento de dever cumprido e alegria", escreveu Edilson em seu perfil no Instagram. "Sempre buscamos fazer o máximo nos treinos e em campo. No Grêmio não foi diferente e os títulos conquistados ajudaram ainda mais a termos a excelente sensação de dever cumprido", acrescentou.

Bastante identificado com o Grêmio, Edílson garantiu que carregará carinho pelo clube para o restante da sua vida. "Parto para novos desafios. Ao Grêmio, meu muito obrigado por tudo que passamos juntos. Imortal define esse grande clube e a partir de agora também define o meu sentimento por ele", comentou.

 

Geralmente despedidas são tristes e no futebol muitas vezes não é possível fazer isto da melhor maneira. Por isso esta minha mensagem ao Grêmio é carregada de gratidão, pleno sentimento de dever cumprido e alegria. Gratidão por todos no clube , desde a diretoria, comissão técnica, companheiros e todo estaff. Todo o trabalho desenvolvido por todas estas partes me possibilitou chegar no melhor momento de minha carreira. Sempre buscamos fazer o máximo nos treinos e em campo. No Grêmio não foi diferente e os títulos conquistados ajudaram ainda mais a termos a excelente sensação de dever cumprido. E como eu disse no começo, como não se trata de uma mensagem triste de despedida, preciso exaltar a alegria que foi vestir essa camisa do Grêmio nestes dois últimos anos. A alegria de podermos proporcionar ao torcedor os títulos, principalmente o tão sonhado tricampeonato da América. A alegria de entrar em campo ao som da Geral e com o apoio desta torcida maravilhosa . Parto para novos desafios. Ao Grêmio meu MUITO OBRIGADO por tudo que passamos juntos. Imortal define esse grande clube e a partir de agora também define o meu sentimento por ele. Feliz 2018 para todos nós!

Uma publicação compartilhada por Edilson Mendes (@edilsonoficial33) em

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.