Com técnico ameaçado, Vasco joga contra Nova Iguaçu

O fim da linha pode chegar nesta quarta-feira para o técnico Gaúcho, caso o Vasco não vença o Nova Iguaçu, a partir das 22 horas, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela segunda rodada da Taça Rio - o segundo turno do Campeonato Carioca. Auxiliar de carreira em São Januário, o ex-zagueiro sempre assumiu o posto em momentos de transição. Ocorre que desta vez lhe foi pedido para conduzir o time por um tempo maior, talvez até que o diretor técnico Ricardo Gomes possa reassumir o trabalho de campo plenamente.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

20 de março de 2013 | 08h04

As duas derrotas consecutivas, para Botafogo e Volta Redonda, reacenderam a desconfiança quanto Gaúcho ser capaz de conduzir como treinador principal um clube da dimensão do time cruzmaltino. E a sombra está dentro de casa, na figura de Ricardo Gomes, que participa ativamente da tomada de decisões quanto a questões táticas e técnicas.

Gaúcho e Ricardo Gomes decidem em conjunto mudanças no esquema, barrações e rotina de trabalho. Mas o peso dos fracassos recai sobre Gaúcho, que comanda o time no banco de reservas e tem autonomia para tomar decisões durante as partidas.

"Não me sinto injustiçado. Estou preparado para isso e conheço a reação do torcedor. Eles comparecem ao estádio e querem vitórias", disse Gaúcho. "Estou junto com o Ricardo. Ele me ajuda com informações da melhor maneira possível". Se técnicos com vasto currículo têm dificuldades de suportar momentos adversos, imagine um com pouca experiência como treinador principal.

Cientes desse cenário, os jogadores demonstrar apoio. "Eu não sou a pessoa certa para falar sobre isso, mas o Gaúcho está fazendo um trabalho bem feito. Por causa de uma derrota não podemos pegar o que ele fez e jogar fora. Temos que valorizar. O grupo tem que se unir e só nós, os jogadores, podemos sair dessa situação", comentou o meia Dakson.

Com o emprego a perigo, Gaúcho ainda tem que lidar com um desfalque crucial. O zagueiro Dedé está com a seleção brasileira e não enfrenta o Nova Iguaçu. André Ribeiro forma dupla defensiva. Esta será a única alteração na equipe que foi derrotada, em casa, no último domingo, pelo Volta Redonda.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.