Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Com técnico indefinido, São Paulo quer anúncio até a virada do ano

Clube renova prazos, mas já se preocupa com a pré-Libertadores

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

15 de dezembro de 2015 | 07h00

A diretoria do São Paulo descarta passar a virada de ano ainda sem ter contratado o novo treinador. Mesmo após não ter cumprido prazo anteriores para anunciar o técnico, o clube confia estar perto de fechar a vinda do responsável para liderar a equipe na disputa da sua 18ª participação na Copa Libertadores.

O processo de contratação do novo comandante do time tem sido conduzido sob sigilo pelos dirigentes. O São Paulo se apressa pela necessidade de começar a temporada e logo preparar os titulares para a pré-Libertadores, que será em fevereiro. No dia 22 o clube vai conhecer quem será o adversário na etapa, quando a Conmebol vai realizar o sorteio da competição, no Paraguai.

O São Paulo está sem técnico desde o começo de novembro. Doriva foi demitido e o interino Milton Cruz assumiu o cargo para liderar o time pelas rodadas restantes do Campeonato Brasileiro. Após a derrota por 6 a 1 para o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, a diretoria chegou a afirmar que deveria anunciar um técnico até o fim daquela semana, o que não se confirmou.

Desde então, dois dos mais cotados para assumir o cargo passaram a não ter mais chances de acertar com o São Paulo. O uruguaio Diego Aguirre acertou com o Atlético-MG e Cuca, que dirigiu o clube em 2004, explicou estar com problemas pessoas e descartou trabalhar em alguma equipe já no começo da próxima temporada.

Para 2016 a diretoria também prometeu uma reformulação do elenco. No dia seguinte à goleada sofrida para o Corinthians o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros, o Leco, disse que era preciso promover algumas saídas. "Exigimos uma atitude de comprometimento que não é vista em todos os jogadores do elenco", afirmou na ocasião. Até agora, porém, a diretoria não anunciou oficialmente contratações e nem a saída de atletas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.