Érico Leonan/saopaulofc.net
Érico Leonan/saopaulofc.net

Com técnico interino, São Paulo recebe o Ceará para vencer a primeira no ano

Em busca de novos ares, time do Morumbi precisa do resultado positivo em casa para não ter lugar no G-4 ameaçado

Sergio Neto, especial para O Estadão

10 de fevereiro de 2021 | 05h00

Sem o técnico Fernando Diniz, demitido, e o atacante Brenner, negociado com o Cincinnati FC, o São Paulo começa uma nova caminhada tentando afastar a crise e vencer a primeira partida em 2021. Para isso, o interino Marcos Vizolli projeta o time com poucas mudanças para receber o Ceará, nesta quarta-feira, às 21h, no estádio do Morumbi, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Atualmente na 4ª colocação com 58 pontos, o time paulista, que chegou a liderar o Brasileirão com sete pontos de frente, hoje tem a permanência no G-4 ameaçada. Ainda sem triunfar no ano, o clube vê logo atrás o Fluminense e o Grêmio chegarem cada vez mais perto. Ambos somam 56 pontos, na 5ª e 6ª colocação, respectivamente.

Precisando ganhar para dar fim à má fase que assombra a equipe, Vizolli projeta um São Paulo bem parecido com o de seu antecessor. Durante o tempo em que está à frente do time, o técnico interino manteve a formação clássica, dedicando-se em melhorar a movimentação dos jogadores e a saída de bola, expondo-se menos. O lado emocional também foi um dos seus focos, já que é visível o fato de os atletas se abalarem quando sofrem gols.

Aperfeiçoar as finalizações e outros fundamentos também estiveram na pauta do São Paulo nos últimos dias. Afinal, sem Brenner, goleador da equipe na temporada com 22 tentos, Pablo retoma a condição de titular, precisando balançar as redes adversárias para retomar a confiança e ajudar o time a reagir no Brasileiro. Ao lado de Tchê Tchê e Vitor Bueno, o camisa 9 era uma das mudanças que Diniz sempre fazia. Mas, apesar de repetidas chances vindo do banco, foram raros os momentos que decidiu jogos com gols importantes. Seu último gol foi em novembro, contra o Flamengo.

As ausências ficam por conta do zagueiro Walce e do volante Liziero, ambos no departamento médico. Paulinho Boia também será desfalque. O atacante será submetido, nesta quarta-feira, a uma artroscopia no joelho direito para a "retirada de um corpo livre". Ele já não vinha treinando na última semana, reclamando de dores que atrapalhavam seus trabalhos. O São Paulo não deu expectativa para retorno, mas disse que a recuperação será breve.

Pela frente, o Ceará ainda sonha com uma vaga nas primeiras fases da Libertadores. O time de Guto Ferreira atualmente ocupa a 13ª posição com 45 pontos. Em caso de triunfo no Morumbi, a equipe nordestina encosta em Corinthians, no 8º lugar, e Red Bull Bragantino, na 9ª posição.

O árbitro da partida será Sávio Pereira Sampaio, que será auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior, todos do Distrito Federal. O VAR ficará sob comando de Caio Max Augusto Vieira, do Rio Grande do Norte.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO X CEARÁ

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara, Igor Gomes e Daniel Alves; Luciano e Pablo. Técnico: Marcos Vizolli.

CEARÁ - Richard; Samuel Xavier, Klaus, Eduardo Brock e Bruno Pacheco; Fabinho e Fernando Sobral; Léo Chu, Vina e Lima; Cléber. Técnico: Guto Ferreira.

ÁRBITRO - Savio Pereira Sampaio (DF).

HORÁRIO - 21h.

LOCAL - Morumbi, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.