Com telefonema, Lula expressa solidariedade aos jogadores

Após a eliminação nas semifinais da Copa do Mundo para a França, o presidente Lula telefonou para a delegação brasileira em Frankfurt, para "expressar solidariedade" aos jogadores. A informação foi divulgada neste sábado por um porta-voz do Palácio do Planalto. Através do telefonema, Lula conversou com o técnico Parreira e com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. O presidente acompanhou a partida em São Bernardo do Campo, ao lado de sua família. Lula também aproveitou para enviar uma mensagem ao técnico de Portugal, o brasileiro Felipão. O mesmo fez Geraldo Alckmin, candidato à presidência. O ex-governador de São Paulo lamentou a derrota e anunciou que a partir de agora torcerá "por Felipão, pois ele será o único representante do Brasil no Mundial".

Agencia Estado,

01 Julho 2006 | 20h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.