Com time aplicado e mais opções, Goiás encara Grêmio para confirmar boa fase

O Goiás enfrenta o Grêmio neste domingo, a partir das 16 horas, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, para confirmar a boa fase. A equipe foi eliminada no meio de semana pelo Ituano na Copa do Brasil, mesmo com a vitória por 3 a 1. E o técnico Hélio dos Anjos saiu do jogo bastante satisfeito porque, segundo ele, os jogadores contratados estão dando boa resposta e ajudando os demais. O treinador acredita que a boa campanha no Brasileirão será mantida.

Estadão Conteúdo

31 de maio de 2015 | 07h40

Um time aplicado taticamente é uma das maiores virtudes do Goiás nas três primeiras rodadas. Esta também é a opinião do volante Patrick. O jogador destacou o trabalho feito por Hélio dos Anjos e a forma como o elenco tem assimilado as orientações do comandante. "Estamos fazendo um bom trabalho taticamente, por isso não tomamos gols e lá na frente está tudo acontecendo naturalmente. Tudo que o professor Hélio está passando nós conseguimos fazer da maneira correta", salientou o atleta.

O Goiás não terá Bruno Henrique (suspenso) contra o Grêmio. No entanto, Hélio dos Anjos terá boas novas opções para escalar o time. A começar por Rafael Forster e Patrick, que não podiam defender o time na Copa do Brasil. O zagueiro Felipe Macedo também retorna (estava suspenso) e o lateral-esquerdo Diogo Barbosa enfim poderá atuar, já que a pena pelo doping terminou na quinta-feira. Outro que poderá atuar será o meia Felipe Menezes, que não pôde atuar diante do Palmeiras.

Patrick atuou nos primeiros meses da atual temporada pelo Caixas, do Rio Grande do Sul, e por isso conhece o adversário deste domingo. "É um time qualificado, muito bom tecnicamente, que tanto se defende quanto ataca com qualidade. Temos que impor nosso ritmo, nos resguardar na marcação que assim não seremos surpreendidos", ponderou o volante.

A boa atuação de Wesley e o elogio do técnico ao jogador aumentam as possibilidades de ele ser escalado contra o Grêmio, já que Bruno Henrique está suspenso. O técnico descartou o esquema com três atacantes e deve definir o esquema antes da partida. "Utilizar três atacantes é circunstancial, eu não sou ''doido''. Vamos voltar para nossa normalidade no domingo, mas saio com dúvidas no ataque", concluiu o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.