Com time B, Argentina derrota Gana em jogo amistoso

Com uma equipe formada apenas por jogadores que atuam no próprio país, a Argentina derrotou Gana por 2 a 0, nesta quarta-feira, em amistoso internacional realizado na cidade de Córdoba. O resultado deve dar um pouco de tranquilidade para o ex-jogador Diego Maradona, hoje no comando da seleção nacional e muito criticado após derrotas para Brasil e Paraguai, que deixaram o time em situação difícil na luta por uma vaga na Copa do Mundo de 2010.

AE, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 23h29

Os dois gols argentinos foram marcados, ambos no primeiro tempo, pelo centroavante Martín Palermo, do Boca Juniors. O primeiro, aos 27 minutos, em um chute forte de esquerda após passe de Fabián Monzón. O segundo, aos 39, de cabeça ao aproveitar cruzamento de Federico Insúa.

Nas Eliminatórias Sul-Americanas, a Argentina está na quinta colocação, com 22 pontos, e hoje estaria na repescagem contra o quarto colocado da Concacaf (Américas do Norte e Central e Caribe). Em outubro, faz os dois últimos jogos contra Peru, em Buenos Aires (dia 10), e Uruguai, em Montevidéu (dia 14).

Já a seleção de Gana, que não contou com suas principais estrelas que jogam no futebol europeu - caso de Essien, do Chelsea -, foi a primeira do continente africano a garantir, nas Eliminatórias, uma vaga na Copa - a África do Sul tem lugar assegurado por ser sede. Em quatro jogos pelo Grupo D, venceu todos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolamistosoArgentinaGana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.