Alejandro García/EFE
Alejandro García/EFE

Com time misto, Barcelona vence Osasuna e mantém vantagem

Equipe catalã bate adversário por 2 a 0 e continua isolada na ponta do Espanhol

AE, Agência Estado

23 de abril de 2011 | 17h00

BARCELONA - O Barcelona demonstrou neste sábado que tem carências em seu elenco. Precisando poupar jogadores para o clássico de quarta-feira contra o Real, pela Liga dos Campeões, mandou a campo um time misto no Camp Nou e teve dificuldades em vencer o fraco Osasuna por 2 a 0, pelo Campeonato Espanhol.

O resultado, se muito menos impactante que os 6 a 3 dos reservas do Real sobre o Valencia, mais cedo, no Mestalla, pelo menos garante ao Barcelona a vantagem de oito pontos na liderança do Campeonato Espanhol, a cinco rodadas do fim da competição.

Sem Puyol, Piqué, Adriano, Iniesta, Messi e Pedro, o Barcelona teve dificuldades em imprimir o seu padrão de jogo contra o Osasuna, que briga contra o rebaixamento. O meia Thiago Alcântara, filho do ex-jogador da seleção brasileira Mazinho, começou como titular, mas não brilhou.

A principal boa notícia do jogo para o Barcelona foi a participação de David Villa. O atacante da seleção espanhola, que não marcava desde o final de fevereiro, encerrou um jejum de quase dois meses e voltou a marcar, completando o cruzamento de Afellay aos 24 minutos da primeira etapa.

No segundo tempo, o Barcelona perdeu Gabriel Milito, machucado. Sem zagueiros, Xavi entrou no seu lugar e a dupla de zaga catalã passou a ser formada por volantes: Busquets e Mascherano. Depois, percebendo que o empate do Osasuna era possível, Guardiola desistiu de poupar Messi e Iniesta e colocou os dois em campo.

A três minutos do fim, Messi fez o segundo depois de tabelar com Daniel Alves, receber do brasileiro na área e tocar de primeira, na saída do goleiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.