Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Com time misto e estreia de Jorge, Santos visita o Atlético-GO

Time alvinegro tenta deixar de lado a disputa no Campeonato Paulista para voltar de Goiânia com um bom resultado

Leandro Silveira, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2019 | 04h31

Com as atenções divididas por estar envolvido nas semifinais do Campeonato Paulista, o Santos entra em campo nesta quinta-feira, às 19h15, para enfrentar o Atlético Goianiense, no Estádio Antônio Accioly, que estará lotado pela torcida do time mandante, empolgada pela celebração do aniversário de 82 anos do clube, completados na terça. 

A empolgação do santista para o confronto não é a mesma, mas o time ressalta a importância de fazer uma boa campanha na Copa do Brasil, seja pela premiação distribuída pela CBF, pela vaga dada ao campeão na Copa Libertadores de 2020 ou pela ausência de outros torneios no calendário do time, eliminado na primeira fase da Sul-Americana. 

Ainda assim, o técnico Jorge Sampaoli vai dar descanso a alguns jogadores, visando o segundo duelo das semifinais do Paulistão, na próxima segunda-feira, no Pacaembu, contra o Corinthians, após perder na ida por 2 a 1. Mas o time terá algumas atrações, sendo as principais delas o goleiro Everson e o lateral-esquerdo Jorge.

"O foco é a Copa do Brasil, temos de pensar nesse jogo, encarar como decisão, até por não ter mais gol fora. Sobre o Corinthians, vamos pensar a partir de sexta. Temos pensado nisso também, é claro, mas nosso foco é a Copa do Brasil", afirmou o meia Jean Mota. 

No rodízio implementado por Sampaoli na meta do time, Everson assume a posição nas copas, no lugar de Vanderlei, o titular nos campeonatos. Já Jorge, anunciado como reforço na semana passada, ganha oportunidade em um momento oportuno, pois Felipe Jonatan, que ocupa a vaga no Paulistão, já atuou na Copa do Brasil pelo Ceará. 

No duelo com o Atlético-GO, o Santos também contará com o retorno do zagueiro Gustavo Henrique, recuperado de dores na coxa esquerda e que está suspenso da reta final do Paulistão. Além dele, Victor Ferraz será outro titular do time que não terá descanso, sendo que ele tem presença garantida contra o Corinthians, ao contrário do zagueiro, que depende da obtenção de um efeito suspensivo. 

De resto, o Santos apostará em reservas, como Copete, para abrir vantagem contra o Atlético-GO, confiando na manutenção da sua elevada produção ofensiva nas fases anteriores da Copa do Brasil - fez 7 a 1 no Altos, no Piauí, e aplicou 4 a 0 no América-RN, no Pacaembu. 

O desafio, porém, será bem mais complicado, pois o Atlético-GO está empolgado, aproveitando o jogo para celebrar o seu aniversário de 82 anos de fundação, a ponto da torcida ter esgotado os ingressos para o confronto no Antônio Accioly, com capacidade para pouco mais de dez mil pessoas. 

Além disso, o Atlético-GO vai usar a força máxima, embora também esteja envolvido nas semifinais do Estadual - empatou na ida com o Vila Nova por 1 a 1. O time eliminou Brusque e Atlético-CE nas fases anteriores "Vai ser jogo muito bom, aberto e alucinante no sentindo de emoção. Muitas triangulações e toques de primeira", disse o animado técnico Wagner Lopes. 

   

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO X SANTOS 

ATLÉTICO-GO - Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Gilvan e Nicolas; Washington, Pedro Bambu e Jorginho; Matheus, Pedro Raul e Mike; Técnico: Wagner Lopes. 

SANTOS - Everson, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Yuri (Alison), Jean Lucas e Cueva; Soteldo (Jean Mota), Copete e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli. 

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior (PR).

HORÁRIO - 19h15.

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.