Com time misto, Goiás derrota Náutico fora de casa

Treinador Enderson Moreira visa o confronto contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira

Angela Lacerda, Agência Estado

27 de outubro de 2013 | 20h49

SÃO LOURENÇO DA MATA - Mesmo desfalcado de sete titulares e atuando fora de casa, o Goiás não teve dificuldade para derrotar o Náutico por 2 a 0, neste domingo (27), na Arena Pernambuco, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado faz com que a equipe ainda sonhe com o G-4 da competição, já que o Atlético-PR não passou de um empate com o Bahia. O Goiás é o quinto colocado, com 49 pontos, três atrás do Atlético-PR, que hoje estaria na Libertadores.

Agora, no entanto, a equipe deixa o Brasileirão de lado para focar na Copa do Brasil, já que inicia o confronto de semifinal com o Flamengo na quarta-feira, no Serra Dourada. Já o Náutico, virtualmente rebaixado, na lanterna, com 17 pontos, volta a campo no sábado para pegar o Atlético-MG, fora de casa, pela 32.ª rodada.

Logo no início da partida deste domingo, aos dois minutos, Wellinton Jr. marcou, de peixinho, ao aproveitar cruzamento de Júnior Viçosa. Aos 20 minutos, foi a vez de Amaral fazer o segundo gol, de cabeça, depois de completar cobrança de falta feita por Renan. Em todo o primeiro tempo, o Náutico teve duas jogadas de ataque, sem oferecer perigo ao adversário.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o alvirrubro reagiu e cresceu em campo, chegando a fazer boas jogadas, mas não conseguiu finalizar e sofreu sua sexta derrota consecutiva. A fraca campanha se refletiu no pior público registrado na Arena: 3.508 pessoas.

Semifinalista da Copa do Brasil, o técnico Enderson Moreira preferiu poupar jogadores para o confronto com o Flamengo. Constante na lanterna do campeonato, o Náutico não tem mais esperança de deixar o rebaixamento e Marcelo Martelotte aproveita as últimas partidas para treinar os jogadores da base, visando à formação do time em 2014, na segunda divisão.

FICHA TÉCNICA:

NÁUTICO 0 X 2 GOIÁS

NÁUTICO - Ricardo Berna; Maranhão, Diego (Luiz Eduardo), João Filipe e Bruno Collaço; Elicarlos, Helder (Derley), Martinez e Angelo Peña (Hugo); Maikon Leite e Olivera. Técnico: Marcelo Martelotte.

GOIÁS - Renan; Mario Sergio, Ernando, Valmir Lucas ; Amaral, Yuri, Dudu Cearense, Renan Oliveira (Ramon) e Thiago Mendes; Wellinton Jr (Araujo) e Junior Viçosa (Leonardo). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Wellinton Jr., aos 2, e Amaral, aos 40 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Emerson Ferreira (MG).

CARTÕES AMARELOS - Maranhão, Diego (Nautico).

PÚBLICO - 3.508 pessoas.

RENDA - não disponível.

LOCAL - Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoNáuticoGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.