Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Com time misto, Grêmio perde da Chapecoense e fica a 10 pontos do Corinthians

Estratégia de Renato Gaúcho não dá certo e, com quatro titulares, equipe cai por 1 a 0 em casa

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2017 | 18h31

De olho no confronto do meio de semana da Copa Libertadores e com um time recheado de reservas, o Grêmio viu o título do Campeonato Brasileiro ficar um pouco mais longe neste domingo à tarde ao perder para a Chapecoense, por 1 a 0, em sua arena, em Porto Alegre (RS), em jogo válido pela 24.ª rodada.

A derrota, somada à vitória do Corinthians sobre o Vasco por 1 a 0, deixou a diferença para líder novamente em dez pontos (53 a 43). A Chapecoense, por sua vez, saiu da zona de rebaixamento e agora passou a contabilizar 28 pontos.

O Grêmio entrou em campo com apenas alguns titulares. Ramiro, Arthur, Michel, Bruno Cortez e o goleiro Marcelo Grohe foram os titulares escolhidos para entrar em campo. Mesmo com um time considerado misto, o esquema funcionou bem e o time gaúcho criou duas boas chances no começo, com Fernandinho e Ramiro. Ambas, no entanto, foram para fora, assustando Jandrei.

Os donos da casa eram senhores do jogo e chegaram a ficar com 70% de posse de bola na metade do primeiro tempo. Quanto mais o tempo passava, mas difícil ficava para furar o bloqueio catarinense. Jael bem que tentou, mas cabeceou desequilibrado e Jandrei defendeu de forma tranquila no meio do gol.

No final do primeiro tempo, a Chapecoense saiu mais ao campo de ataque e resolveu aprontar. Aos 42 minutos, depois de cobrança de lateral, a defesa do Grêmio ficou apenas observando e Wellington Paulista apareceu para desviar de cabeça. Com a ponta dos dedos, Grohe conseguiu mandar para escanteio.

O centroavante e o goleiro seguiram travando um duelo interessante pouco antes do intervalo. O camisa 9 da Chapecoense tentou surpreender o goleiro com uma finalização do meio-campo, mas Grohe se recuperou bem e fez a defesa.

A Chapecoense aproveitou o embalo do final do primeiro tempo para abrir o placar antes do minuto inicial da segunda etapa. Arthur Kaike dominou na intermediária, carregou e bateu de fora da área. A bola deu um leve desviou na defesa e matou Grohe.

O Grêmio foi obrigado a acordar e fez uma pequena pressão para buscar o empate. Arthur e Fernandinho bateram de longe e assustaram. Bem mais organizada, a Chapecoense seguiu levando perigo. Wellington Paulista pegou sobra de Arthur Caike, mas finalizou em cima de Grohe. O time gaúcho não desistiu e pressionou para buscar o empate, mas não teve criatividade para furar o bloqueio do rival.

O Grêmio volta a campo contra o Botafogo na próxima quarta-feira em duelo decisivo por vaga na semifinal da Copa Libertadores. Pelo Brasileirão, o time gaúcho encara o Bahia, no próximo domingo, às 19 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). A Chapecoense encara o Flamengo, quarta-feira, fora de casa, pela Sul-Americana, e depois pega a Ponte Preta, no domingo, às 16 horas, na Arena Condá.


FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 0 X 1 CHAPECOENSE

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Rafael Thyere e Bruno Cortez; Arthur, Ramiro (Patrick), Michel e Everton (Arroyo); Jael (Lucas Barrios) e Rodriguinho. Técnico: Renato Gaúcho.

CHAPECOENSE - Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Lucas Mineiro, Canteros (Lucas Marques) e Alan Ruschel (Penilla); Wellington Paulista e Arthur Caíke (Luiz Antônio). Técnico: Emerson Cris (interino).

GOL - Arthur Caike, a 1 minuto do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Arthur (Grêmio); Canteros, Wellinton Paulista, Apodi e Douglas Grolli.

RENDA - R$ 406.709,00.

PÚBLICO - 12.712 pagantes (14.618 total).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.