Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Com todos os 23 convocados, Brasil chega a Samara para duelo com o México

Mesmo sem condições de atuar, Douglas Costa viaja com a seleção para confronto

Almir Leite e Leandro Silveira, enviados especiais / Samara, O Estado de S.Paulo

30 Junho 2018 | 19h46

A seleção brasileira já está em Samara, palco do seu primeiro mata-mata na Copa do Mundo da Rússia. No início da madrugada deste domingo, no horário local, a delegação desembarcou no aeroporto da cidade e seguiu para o hotel onde vai ficar hospedada até segunda-feira, data do confronto com o México, válido pelas oitavas de final, sendo recebida com festa por um grupo de torcedores.

+ Maradona exalta peso da 'camisa amarela' e vê Brasil indo longe na Copa

+ Marcelo volta a treinar, mas ainda não tem presença confirmada contra o México

Dessa vez, a seleção viajou com os 23 jogadores convocados por Tite para a Copa, mesmo que Douglas Costa ainda não tenha condições de voltar a defender a equipe. O meia-atacante está em recuperação de uma lesão na coxa direita, sofrida nos minutos finais do triunfo por 2 a 0 sobre a Costa Rica, em 22 de junho, mas ainda assim seguiu para Samara. A ideia da comissão técnica é manter todo o grupo junto para o confronto com o México, por se tratar de um duelo de caráter decisivo.

Como se tornou rotineiro na passagem do Brasil pela Rússia, a seleção teve recepção festiva dos torcedores no hotel, que inclusive está próxima da Fan Fest de Samara. Muito deles entoavam cânticos e ainda celebravam a eliminação da Argentina, com a derrota por 4 a 3 para a França, neste sábado. E duas crianças até realizaram o sonho de conseguir autógrafos e tirar fotos com Neymar.

Além de Douglas Costa, quem também viajou para Samara foi o lateral-esquerdo Marcelo. Ele se recupera de espasmo na coluna, sofrido durante a partida contra a Sérvia, na última quarta-feira, e treinou normalmente neste sábado em Sochi. A comissão técnica está otimista em relação ao aproveitamento do jogador, mas o médico Rodrigo Lasmar espera aguardar a reação de Marcelo ao tratamento nas próximas horas para definir se ele enfrentará a seleção mexicana.

 

Outro jogador que estava lesionado e viajou foi o lateral-direito Danilo, que sofreu lesão na região direita do quadril na véspera do confronto com a Costa Rica. Mas a tendência é de que ele fique como opção no banco de reservas, pois Fagner teve bom desempenho nos últimos compromissos do Brasil.

Essas definições, especialmente a envolvendo Marcelo, deverão ocorrer neste domingo, quando a seleção fará o último treino antes do confronto com o México. A atividade está prevista para as 10 horas (de Brasília) e inicialmente foi agendada para a Arena Samara, mas pode ter o seu local alterado para preservar o gramado do estádio para o confronto de segunda-feira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.