Dylan Martinez/Reuters
Dylan Martinez/Reuters

Com torcedores na arquibancada, Arsenal goleia time austríaco na Liga Europa

Emirates Stadium, em Londres, recebeu público de 2 mil pessoas para jogo contra o Rapid Viena

Redação, Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2020 | 19h32

Contando com o apoio de 2 mil torcedores nas arquibancadas do Emirates Stadium, o Arsenal não decepcionou seus fãs nesta quinta-feira. Mesmo já classificado ao mata-mata da Liga Europa, o time londrino goleou o Rapid Viena por 4 a 1 e poderia ter vencido até com maior vantagem. Pablo Marí, ex-Flamengo, marcou um dos gols da equipe da casa.

O jogo desta quinta foi o primeiro evento oficial esportivo de alto nível na Inglaterra a contar com torcida desde o dia 11 de março, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou oficialmente a pandemia. No total, os fãs do Arsenal precisaram esperar 271 dias para poderem rever seu time in loco.

A Grã-Bretanha é o local com maior número de mortes por covid-19 na Europa, superando 60 mil. Foram 414 óbitos somente nesta quinta. Nas arquibancadas, os torcedores se posicionaram com distanciamento social, com intervalos de dois a três assentos entre eles, formando algo parecido com um mosaico. E não esqueceram dos hábitos pré-pandemia, com cânticos de incentivo e também de provocação ao eterno rival Tottenham.

Com a bola rolando, o Arsenal abriu o placar logo aos 10 minutos, com Lacazette. Sete minutos depois, Pablo Marí anotou o segundo. Após cobrança de escanteio na área, o zagueiro subiu mais que a marcação e cabeceou no canto. Antes do intervalo, o time da casa chegou ao terceiro gol, com Edward Nketiah, aos 44.

No segundo tempo, os austríacos descontaram logo no primeiro minuto. Após bate-rebate na área e duas finalizações sem sucesso, Koya Kitagawa pegou mal na bola, mas conseguiu vencer a defesa londrina para marcar o primeiro gol do time austríaco.

Mas, aos 20, o Arsenal tratou de resolver a partida e acabar com qualquer expectativa de reação do rival. O ataque londrino aproveitou vacilada da defesa austríaca e Maitland-Niles cruzou rasteiro da esquerda para Smith-Rowe só completar para as redes, com facilidade.

Com o triunfo, manteve seu aproveitamento de 100% na Liga Europa, com cinco vitórias em cinco jogos e 15 pontos conquistados. Assegurou, assim, a primeira colocação do Grupo B - já estava classificado antes deste jogo. A segunda posição da chave é do Molde, que bateu o Dundalk por 3 a 1.

Na última rodada, no dia 10, o Molde e o Rapid Wien vão decidir a segunda vaga do grupo na próxima fase. Isso porque o Mole, com nove pontos, três acima da equipe austríaca. Os dois times vão se enfrentar em Viena.

Pelo Grupo A, a Roma também entrou em campo já classificada nesta quinta. Mesmo assim, não aliviou diante do Young Boys e venceu por 3 a 1, na Itália. Borja Mayoral, Riccardo Calafiori e Edin Dzeko marcaram os gols italianos, enquanto Jean Pierre Nsame anotou o gol de honra dos visitantes.

A Roma lidera a chave, com 13 pontos, contra sete do Young Boys. O Cluj, que empatou sem gols com o CSKA-Sofia, está em terceiro, com cinco pontos, e ainda tem chance de classificação.

No Grupo D, Benfica e Rangers venceram seus jogos, chegaram aos 11 pontos e selaram suas vagas no mata-mata. Em Portugal, o time de Jorge Jesus goleou o Lech Poznan por 4 a 0. Everton Cebolinha passou em branco. Em Glasgow, o Rangers superou o Standard Liège por 3 a 2.

Pelo Grupo C, Bayer Leverkusen e Slavia Praga garantiram seus lugares no mata-mata da Liga Europa com vitórias nesta quinta. Fora de casa, o time alemão bateu o Nice por 3 a 2. Na República Checa, o time de Praga superou o Hapoel Beer Sheva por 3 a 0. Ambos chegaram aos 12 pontos e não podem mais ser alcançados pelos rivais na última rodada, na próxima semana.

O Grupo E também definiu seus classificados com uma rodada de antecedência. Granada e PSV Eindhoven se classificaram. O time holandês avançou ao superar justamente o Granada por 1 a 0. O time espanhol avançou porque o PAOK foi batido pelo Omonia Nicósia por 2 a 1. Assim, o Granada, com dez pontos, não pode mais ser superado pelo PAOK na tabela. O PSV soma nove e também está fora do alcance do terceiro e quarto colocados da chave.

Já o Grupo F segue indefinido, após dois empates nesta quinta. AZ Alkmaar e Napoli ficaram no 1 a 1, enquanto Real Sociedad e Rijeka marcaram dois gols cada. O Napoli ocupa a liderança, com dez pontos, mas pode ser superado tanto pela Real Sociedad quanto pelo AZ Alkmaar, ambos com oito pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.