Com três de Cristiano Ronaldo, Real faz 6 a 2 no Rayo

Quando Cristiano Ronaldo está em dia inspirado, é difícil segurar o Real Madrid. Foi assim neste sábado. Com três gols do português, o Real Madrid não tomou conhecimento do Rayo Valecano. Mesmo saindo atrás do marcador e tendo jogado 34 minutos com um jogador a menos, goleou por 6 a 2 no Santiago Bernabéu, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Espanhol.

AE, Agência Estado

24 de setembro de 2011 | 17h32

O resultado esfria as críticas à equipe, que vinha de dois jogos sem vencer: perdeu para o Levante, em casa, e depois só empatou com o Racing, em Santander. Com essa vitória, o Real subiu momentaneamente para a terceira posição, com 10 pontos, ainda atrás dos dois times de Sevilha.

Com Kaká no time titular (Khedira começou no banco e o substituiu aos 13 minutos do segundo tempo), o Real Madrid saiu perdendo em casa. Michu abriu o placar, pouco depois do apito inicial. Só 37 minutos depois é que os donos da casa empataram. Kaká puxou o contra-ataque e tocou para Cristiano Ronaldo marcar.

O gol da virada veio no fim do primeiro tempo, com Higuaín, em lance irregular (Sergio Ramos, que deu o passe, estava impedido). No começo da segunda etapa, Cristiano Ronaldo converteu o pênalti sofrido por Kaká e fez o terceiro. Michu marcou mais uma vez e descontou para o Rayo. Logo em seguida, Di María foi expulso.

Mesmo com um jogador a menos, o Real Madrid fez mais três gols, com Varane (o primeiro do zagueiro como profissional), Benzema e mais uma vez Cristiano Ronaldo. O português encerrou, neste sábado, uma sequência de 249 minutos sem marcar.

OUTROS JOGOS - Também neste sábado, em um bom jogo no estádio Ramón Sánchez-Pizjuan, o Sevilla venceu o Valencia por 1 a 0 e passou o seu rival na tabela de classificação. A partida teve três expulsos: Trochowski e Escudé, dos donos da casa, e Aduriz, do Valencia, além de um pênalti perdido por Banega, do time visitante, quando o jogo já estava 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Kanouté, no primeiro tempo.

Com o resultado, o Sevilla quebrou a invencibilidade do Valencia e assumiu a vice-liderança, com 11 pontos, um a menos que seu rival caseiro, o Betis. O time valenciano parou nos 10 pontos, agora em quarto.

Jogando em casa, o Athletic de Bilbao empatou em 1 a 1 com o Villarreal. Gabilondo abriu o placar para o time basco e o brasileiro Nilmar, de rebote, deixou tudo igual. O Villarreal subiu para 12.ª.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.