Com três de Higuáin, Real Madrid goleia o Valladolid

O Real Madrid não demorou para responder à decepcionante eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões. Neste domingo, quatro dias depois de dar adeus ao torneio europeu com o empate por 1 a 1 com o Lyon, o time do pressionado técnico Manuel Pellegrini goleou o Valladolid por 4 a 1, pelo Campeonato Espanhol, com grande atuação de Higuaín, autor de três gols.

AE, Agencia Estado

14 de março de 2010 | 19h24

O mesmo Higuaín havia sido apontado pela imprensa como um dos responsáveis pela saída do Real Madrid da Liga dos Campeões. O atacante argentino desperdiçou pelo menos duas chances claras de gol e foi acusado de não passar a bola para Cristiano Ronaldo, melhor posicionado para finalizar as jogadas. Segundo os jornais espanhóis, o português chegou a repreender o companheiro pelo individualismo.

Neste domingo, no entanto, a dupla de atacantes mostrou estar entrosada. Superaram a ausência de Kaká, vetado do jogo devido a uma lesão muscular na coxa, e ajudaram o Real a se impor. Cristiano Ronaldo abriu o placar aos 25 minutos, cobrando falta, e Higuaín ampliou aos 45, desviando cruzamento de Van der Vaart.

No segundo tempo, Higuaín voltou a marcar aos sete, depois de passe de Cristiano Ronaldo, e aos 20 minutos, aproveitando rebote do goleiro. Nesse intervalo, Albiol, contra, marcou o único gol do Valladolid, vice-lanterna do campeonato, com 20 pontos.

Com o resultado, o Real Madrid chegou à oitava vitória consecutiva no Espanhol e manteve-se na liderança, com 65 pontos, mesma soma que o Barcelona, levando vantagem nos critérios de desempate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.