Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Com trio, Brasil goleia o Chile em amistoso na Suécia

Com o trio mágico Ronaldinho-Robinho-Kaká desde o início do jogo, a seleção brasileira goleou o Chile por 4 a 0 neste sábado, em Gotemburgo no primeiro de dois amistosos que o Brasil faz na Suécia em um intervalo de quatro dias - na próxima terça, enfrenta Gana, em Estocolmo.Depois de sofrer uma pequena pressão do Chile no início, o Brasil foi ao ataque. Aos 15, Gilberto Silva sofreu um discutível pênalti numa jogada de escanteio. Um minuto depois, Ronaldinho Gaúcho cobrou no canto e marcou o seu primeiro gol pela seleção desde a final da Copa das Confederações - há 1 ano e 9 meses.Com o gol, o Brasil esfriou o ânimo da seleção chilena. E tocando bola, os brasileiros chegaram ao segundo gol, aos 30. Daniel Alves fez jogada pela direita e cruzou rasteiro para Kaká bater de primeira, no ângulo de Bravo.Único do trio que ainda não havia marcado, Robinho resolveu arriscar com estilo. Aos dois minutos do segundo tempo, o meia-atacante recebeu na entrada da área, ajeitou e deu uma bela bicicleta. Bravo resvalou na bola antes dela explodir na trave.Com o jejum de gols encerrado, Ronaldinho Gaúcho resolveu marcar novamente de bola parada. Cobrando falta do bico da área, o meia chutou rasteiro, no contra pé do goleiro Bravo, para fazer Brasil 3 a 0, ainda aos 4 do segundo tempo.O jogo ganhou ares de goleada e os chilenos resolveram tirar a diferença técnica na base da força, cometendo muitas faltas duras no meio campo.Mesmo assim, o Brasil não teve problemas para marcar o quarto gol, em mais uma jogada de bola parada. Aos 14, depois de uma cobrança de escanteio, Ronaldinho Gaúcho tentou ajeitar para bater, mas errou e acabou deixando Juan cara a cara com Bravo. O zagueiro encheu o pé e não deu nem chance para o goleiro.Depois do quarto gol, o Brasil aliviou o ritmo, só esperando o final do jogo e querendo também evitar contusões devido a violência dos chilenos. Quando resolveram jogar, os chilenos quase marcaram. Aos 17, Fiegueroa chutou de longe e acertou o travessão de Julio Cesar - que até então apenas assistia ao jogo. BRASIL 4 x 0 CHILEBrasil - Júlio César; Daniel Alves, Lúcio, Juan e Gilberto; Gilberto Silva (Dudu Cearense), Elano (Mineiro), Kaká (Diego) e Ronaldinho Gaúcho; Fred (Wagner Love) e Robinho. Técnico: Dunga.Chile - Bravo; Vargas, Fuentes e Von Schwedler (Návia); Figueroa, Maldonado, Sanhueza, González, Fernández (Valdivia) e Jiménez (Tello); Suazo. Técnico: Nelson Acosta.Gols - Ronaldinho Gaúcho, aos 15, e Kaká, aos 30 minutos do segundo tempo; Ronaldinho Gaúcho, aos 4, Juan, aos 17 minutos do segundo tempo. Árbitro - Martin Atkinson (ING). Cartões amarelos - Von Schwedler, Figueroa, Sanhueza, Vargas e Gilberto Silva Local - Estádio Nya Ullevi, em Gotemburgo (Suécia).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.