Com troca de socos, Atlético Paranaense derrota Toledo

Em jogo marcado pela violência, time da Arena da Baixada faz 1 a 0 e leva vantagem nas semifinais do Estadual

Evandro Fadel , O Estado de S. Paulo

12 de abril de 2008 | 18h11

O Atlético Paranaense jogou mal, neste sábado à tarde, na primeira partida das semifinais do Campeonato Paranaense, mas conseguiu vencer o Toledo, por 1 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. O time leva uma pequena vantagem para a segunda partida, domingo, em Toledo. Por ter melhor campanha até agora, pode perder pela diferença de um gol que estará nas finais. No fim da partida, jogadores dos dois times promoveram uma grande confusão e trocaram socos. Até deu a impressão de que a vitória atleticana seria fácil. Na saída de bola, os jogadores foram ágeis e Valência apareceu livre para receber passe de Marcelo Ramos e tocar para o gol aos 35 segundos de jogo. O técnico Rogério Perrô manteve o esquema defensivo de seu time, mas determinou que os laterais fossem mais à frente e o Toledo passou a dominar. O jogo ganhou em velocidade e o Toledo apresentava-se melhor no ataque. O primeiro tempo terminou com a torcida vaiando o Atlético. Como no primeiro tempo, o Atlético voltou com muita disposição depois do intervalo. No entanto, o Toledo mostrava que não estava morto e, no contra-ataque, chegava com muito perigo. O time da casa procurava ampliar o placar para ter mais tranqüilidade no jogo de volta, mas tinha o nervosismo contra si e não conseguia acertar os passes e nem fazer qualquer jogada de velocidade. O Toledo imprimiu uma grande pressão e, nos últimos 10 minutos, o Atlético praticamente não passou de seu meio-de-campo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.