Twitter / Athletico-PR
Twitter / Athletico-PR

Com um a mais, Athletico-PR vence o Juventude e encosta na zona da Libertadores

Equipe de Caxias do Sul sai na frente, mas permite reação paranaense e chega ao sexto jogo sem vitória

Redação, Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2021 | 21h15

O Athletico-PR voltou a vencer após sete jogos no Campeonato Brasileiro. Com um a mais desde os 21 minutos do primeiro tempo - Rafael Forster foi expulso por entrada em Nikão -, o clube paranaense virou para cima do Juventude, por 2 a 1, na noite deste sábado, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, e encostou na zona da Libertadores.

Ricardo Bueno, de pênalti, abriu o marcador para os gaúchos, mas os mandantes viraram com Guilherme Bissoli, também de pênalti, e Renato Kayser. O resultado deixou o Athletico na oitava colocação com 27 pontos, a dois do G-6. O Juventude, sem vencer há cinco rodadas, parou na 14ª colocação com 23 pontos, a dois da zona de rebaixamento.

O Athletico-PR dominou o primeiro tempo e ainda ficou com um jogador a mais, mas não soube aproveitar as oportunidades. A primeira surgiu só aos 20 minutos em chute da entrada da área de Terans. Douglas Friedrich, porém, fez boa defesa. No lance seguinte, Nikão caiu após chegada de Rafael Forster. Com o auxílio do VAR, o árbitro expulsou o jogador do Juventude.

Aos 36 minutos, Terans mandou um petardo, mas novamente Douglas fez uma boa defesa. O Juventude respondeu só aos 38 minutos em batida de Ricardo Bueno. A bola acertou a rede pelo lado de fora.

No segundo tempo, o Athletico tentou abrir o marcador em cabeçada de Bissoli, mas Douglas Friedrich evitou que a rede balançasse. O Juventude não se intimidou e abriu o marcador. Castilho se chocou com Marcinho e caiu na área. O árbitro deu pênalti. Na cobrança, Ricardo Bueno deslocou Santos, bateu na direita e abriu o marcador aos 10 minutos.

O Athletico chegou ao empate também em penalidade máxima. Com auxílio do VAR, o árbitro cearense Leo Simão Holanda viu mão de Paulinho Bóia após cruzamento de Abner Vinícius. Na cobrança, aos 17 minutos, Guilherme Bissoli bateu rasteiro, no meio do gol, e empatou.

Aos 20 minutos, Marcinho recebeu cruzamento de Nikão e deu carrinho para completar para as redes, mas Vitor Mendes tirou em cima da linha. O Athletico se animou e virou aos 25 minutos. Renato Kayzer aproveitou cruzamento de Abner e fez de cabeça, após falha na saída de Douglas Friedrich.

Na 22ª rodada, o Athletico-PR receberá o Grêmio na Arena da Baixada, em Curitiba, no domingo (26), às 18h15. No mesmo dia, mas às 16 horas, o Juventude pegará o Santos no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR 2 X 1 JUVENTUDE

ATHLETICO-PR - Santos; Zé Ivaldo, Lucas Fasson e Nicolas (Pedro Rocha); Marcinho (Khellven), Erick (Richard), Christian (Renato Kayzer) e Abner Vinícius; Nikão, Terans (Léo Cittadini) e Bissoli. Técnico: Paulo Autuori (interino).

JUVENTUDE - Douglas Friedrich; Michel (Fernando Pacheco), Quintero, Vitor Mendes e Rafael Forster; Dawhan, Jadson e Guilherme Castilho (Wescley); Capixaba (Alyson), Ricardo Bueno e Paulinho Bóia (Paulo Henrique). Técnico: Marquinhos Santos.

GOLS - Ricardo Bueno (pênalti), aos 10 minutos, Guilherme Bissoli (pênalti), aos 17 minutos, Renato Kayzer, aos 25 minutos, do segundo tempo.

ÁRBITRO - Léo Simão Holanda (CE).

CARTÕES AMARELOS - Nicolas, Nikão, Erick, Guilherme Bissoli, Zé Ivaldo (ATHLETICO-PR); Douglas Friedrich (JUVENTUDE).

CARTÃO VERMELHO - Rafael Forster (JUVENTUDE).

RENDA e PÚBLICO - portões fechados.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.