Nelson Perez/Estadão
Nelson Perez/Estadão

Com um a menos, Fluminense busca o empate e complica Inter

Gaúchos ficam mais longe da Libertadores ao ceder o 1 a 1

THIAGO RABELO, Estadão Conteúdo

28 de novembro de 2015 | 21h44

Mesmo sem pretensão no campeonato e com um a menos desde o final do primeiro tempo, o Fluminense segurou o Internacional e atrapalhou a vida do time gaúcho ao empatar por 1 a 1, neste sábado, no estádio do Maracanã. Logo no início da partida, os gaúchos marcaram um gol que poderia encaminhar o triunfo, mas caíram de rendimento e viram o adversário igualar o jogo pela penúltima rodada da Série A do Brasileirão.

O resultado manteve o time tricolor na parte intermediária da competição, com 47 pontos e na 13ª posição. Ainda de olho por uma vaga na Copa Libertadores, o Inter se complicou e agora está na quinta posição, com 57 pontos, dois atrás do São Paulo, equipe que fecha o grupo de classificação para o torneio sul-americano e foi aos 59 pontos ao derrotar o Figueirense por 3 a 2, horas mais cedo, no Morumbi.

O gol colorado logo no início da partida poderia ter sido um indício de que o jogo não seria interessante. Aos três minutos, Anderson rolou para Vitinho chutar forte de fora da área e fazer 1 a 0. Era tudo que os gaúchos queriam na partida. Porém, apesar da vantagem no placar, o time de Argel, em hora alguma, mostrou futebol para deixar o Rio com a vitória.

Era um jogo morno, em que apenas embates aconteciam. Em um deles, Osvaldo agarrou Anderson e foi expulso nos minutos finais do primeiro tempo. Foi o lance crucial do jogo. Mesmo com um a menos na partida, o Fluminense cresceu no confronto e conseguiu se recuperar diante um adversário que se acomodou em campo com a vantagem.

O desleixo colorado não demorou para tomar um golpe. Aos 16 minutos, Wellington Paulista só não empatou o jogo porque Muriel fez grande defesa. Mais tarde, Magno Alves foi derrubado por Vitinho na área. Pênalti. Aos 28 minutos, Cícero cobrou e igualou o placar do jogo.

Foi preciso a igualdade para que o Inter acordasse na partida e melhorasse. Mas, já era tarde. Nos 15 minutos finais, o time ameaçou Cavalieri apenas duas vezes. Em uma delas, quase empatou com Bruno Baio. A bola foi para fora, assim como a tentativa do Inter de deixar o Rio com três pontos e sonhando com a Libertadores.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 1 INTERNACIONAL

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wellington Silva, Ygor Nogueira, Marlon e Ayrton (Léo Pelé); Edson, Cícero, Gustavo Scarpa, Marcos Junior (Lucas Gomes) e Osvaldo; Wellington Paulista (Magno Alves). Técnico: Eduardo Baptista.

INTERNACIONAL - Muriel; William, Paulão, Ernando e Artur; Nico Freitas (Matheus Bertotto), Rodrigo Dourado, Anderson (Bruno Baio) e D''Alessandro; Vitinho e Lisandro López (Taiberson). Técnico: Argel Fucks.

ÁRBITRO: Marielson Alves Silva (BA).

GOLS: Vitinho, aos 3 minutos do primeiro tempo; Cícero, aos 28 minutos do segundo.

CARTÕES AMARELOS: Ayrton e Cícero (Fluminense); Artur, Nico Freitas, Vitinho e D''Alessandro (Internacional).

CARTÃO VERMELHO: Osvaldo (Fluminense).

RENDA: R$ 231.990,00.

PÚBLICO: 6.645 pagantes.

LOCAL: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminenseInter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.