Divulgação/CSA
Divulgação/CSA

Com um a menos, CSA vira contra o Sampaio Corrêa e fica perto do acesso

Time alagoano consegue vitória por 3 a 2 e se consolida na vice-liderança da Série B

Estadão Conteúdo

02 Novembro 2018 | 23h50

Em um grande jogo com duas viradas no estádio Castelão, em São Luis, o CSA bateu o Sampaio Corrêa por 3 a 2, pela 34.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e deu mais um grande passo rumo à primeira divisão nacional.

O time da casa, com 32 pontos, segue em situação cada vez mais complicada na zona do rebaixamento e ocupa a 19.ª posição. O CRB, primeiro time fora da degola, já soma três pontos a mais do que os maranhenses. Na outra ponta da tabela de classificação, o CSA é o vice-líder com 57 pontos, quatro a menos do que o Fortaleza. Avaí, com 55, e Goiás, com 54, completam o G4 e o Vila Nova, com 52, é o primeiro fora da zona de acesso à elite do futebol nacional.

O CSA começou melhor e chegou a acertar a trave com belo chute de Hugo Cabral, aos 21 minutos do primeiro tempo. Dez minutos mais tarde, Rafinha cobrou falta, o goleiro Andrey espalmou e Celsinho, no rebote, colocou os visitantes em vantagem.

O jogo parecia controlado pela equipe alagoana, mas o Sampaio Corrêa respondeu nos minutos finais do primeiro tempo. Aos 43, Fernando Sobral fez jogada individual pela direita e tocou para Esquerdinha empatar a partida. Ainda antes do intervalo, aos 46, Jheimy cruzou para Matheuzinho, livre dentro da área, virar a partida para delírio da torcida maranhense.

Na segunda etapa, o CSA se lançou ao ataque para buscar o empate e tudo ficou ainda mais complicado após a lesão do zagueiro Leandro Souza. Como o técnico Marcelo Cabo já tinha feito as três substituições, a equipe foi obrigada a atuar com um homem a menos.

Mesmo assim, as substituições fizeram efeito e Neto Berola, que entrou no lugar de Dawhan, garantiu a vitória de virada. O atacante marcou o gol de empate aos 27 minutos, aproveitando rebote do goleiro Andrey, e, aos 42, fez o gol da vitória em belo chute de fora da área, saindo como herói da partida.

Nos minutos finais, Luiz Gustavo ainda foi expulso por entrada dura em Didira, deixando o Sampaio Corrêa também com 10 jogadores em campo. Sem mais forças para buscar o resultado, a equipe da casa acabou perdendo mesmo por 3 a 2.

Os dois times voltam a campo nesta terça-feira, pela 35.ª rodada. O Sampaio Corrêa enfrenta o Goiás no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, enquanto que o CSA vai à Arena Castelão, em Fortaleza, para encarar o líder Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 2 x 3 CSA

SAMPAIO CORRÊA - Andrey; Luis Gustavo, Joécio, Odair Lucas e Julinho; Jocinei (César Sampaio), Adilson Goiano (Misael), Esquerdinha (Eloir), Fernando Sobral e Matheuzinho; Jheimy. Técnico: Marcinho Guerreiro.

CSA - Lucas Frigeri; Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Yuri, Daniel Costa (Jhon Cley), Dawhan (Neto Berola) e Didira; Walter (Rubens) e Hugo Cabral. Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS - Celsinho, aos 32, Esquerdinha, aos 43, e Matheuzinho, aos 46 minutos do primeiro tempo; Neto Berola, aos 27 e aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Joécio e César Sampaio (Sampaio Corrêa).

CARTÃO VERMELHO - Luis Gustavo (Sampaio Corrêa).

ÁRBITRO - Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

RENDA - R$ 16.875,00.

PÚBLICO - 1.138 pagantes (2.477 no total).

LOCAL - Estádio Castelão, em São Luis (MA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.