Com um a menos, Liverpool leva virada do United

Com um a menos em campo, o Liverpool não aguentou a pressão do Manchester United e foi derrotado, de virada, por 2 a 1, neste domingo, no Estádio Anfield. O time da casa chegou a sair na frente, no início do segundo tempo, mas acabou cedendo a vitória ao arquirrival, que marcou com o brasileiro Rafael e o holandês Van Persie, de pênalti.

AE, Agência Estado

23 de setembro de 2012 | 12h09

O resultado manteve o Manchester próximo ao Chelsea na briga pela liderança. O time de Alex Ferguson chegou aos 12 pontos, apenas um atrás do rival londrino. O Liverpool se manteve na zona de rebaixamento, ainda sem vencer no Campeonato Inglês, com apenas dois pontos.

O clássico deste domingo foi precedido de homenagens às vítimas da tragédia Hillsborough, na qual 96 torcedores do Liverpool morreram esmagados contra as grades do estádio que leva o nome do episódio, em Sheffield, em 1989. Entre diversas bandeiras e faixas, a torcida formou um mosaico nas arquibancadas e soltou 96 balões em referência ao número de mortos.

Os jogadores do Manchester entraram em campo com o número 96 nas costas. A pedido de Alex Ferguson, que já havia feito apelo durante a semana, todos cumprimentaram o atacante Luiz Suárez, desafeto dos atletas do United por ser acusado de racismo contra o lateral Patrice Evra.

Com a bola rolando, os dois times se concentraram na forte marcação em um primeiro tempo pouco inspirado. Por abusar da força, Shelvey acabou expulso aos 39 minutos, deixando os anfitriões em desvantagem numérica.

Mesmo com um a menos, o Liverpool abriu o placar da partida no início da segunda etapa. Gerrard aproveitou sobra dentro da área, dominou no peito e acertou de primeira no canto esquerdo do goleiro Lindegaard.

Mas a festa da torcida não durou muito tempo. Cinco minutos depois, Rafael bateu de canhota, pela direita, e marcou um belo. A bola acertou a trave antes de entrar. A virada veio aos 36 minutos, quando o árbitro assinalou pênalti duvidoso sobre Valência. Van Persie converteu e garantiu a vitória do Manchester.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.