Divulgação/ Barcelona
Divulgação/ Barcelona

Com um gol aos 47 do 2º tempo, Athletic Bilbao elimina Barcelona da Copa do Rei

Time catalão entra na lista de favoritos fora da semifinal da competição

Redação, Estadao Conteudo

06 de fevereiro de 2020 | 19h22

Todos os favoritos estão fora da semifinal da Copa do Rei. O último foi o Barcelona, derrotado, por 1 a 0, para o Athletic Bilbao, nesta quinta-feira, no Estádio San Mamés, na capital basca. O gol do atacante Iñaki Williams foi marcado aos 47 minutos do segundo tempo.d

Poucas horas antes o também basco Real Sociedad eliminou o Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu, por 4 a 3. Os dois se juntam nas semifinais a Granada e Mirandês (da segunda divisão), que nunca conquistaram este título. O sorteio dos próximos duelos será nesta sexta-feira.

O Athletic Bilbao é o segundo maior vencedor da Copa do Rei, com 24 taças (Barcelona soma 30), à frente do Real Madrid, que tem 19.

O primeiro tempo teve dois momentos distintos. Até os 25 minutos o domínio foi do time catalão, que ficou mais tempo com a posse de bola e viu Lionel Messi armar boas jogadas. O novato Ansu Fati teve duas oportunidades, mas falhou.

Os últimos 20 minutos da primeira etapa foram mais da equipe basca, que passou a marcar a saída de bola do Barcelona. O goleiro alemão Ter Stegen saiu jogando errado e a bola sobrou para Dani Garcia, que bateu para fora. Raul García também teve chance, mas cabeceou fraco.

O segundo tempo foi ainda mais nervoso. As defesas prevaleceram. Messi, muito marcado, não tinha espaço para tentar nenhum drible. Aos 15 minutos, o goleiro Unai Simon falhou e deixou a bola na pequena área para Rakitic, que não aproveitou para abrir o placar.

Com a entrada do francês Griezmann, o Barcelona passou a concentrar suas jogadas pelo lado esquerdo. Mas foi o brasileiro Arthur, que entrou no lugar de Rakitic, aos 24 minutos, o responsável pelas melhores jogadas da partida pelo Barcelona.

O ex-jogador do Grêmio lançou Sergi Roberto na ponta-direita. O cruzamento encontrou Griezmann na corrida, mas o arremate do francês foi defendido por Unai Simon. Aos 42 minutos, mais uma vez, o volante deu grande passe para Messi, mas a finalização do craque parou na bela defesa de Simon.

O momento de maior explosão dos mais de 50 mil presentes ao estádio estava reservado para os 47 minutos, quando Iñaki Williams desviou cruzamento da direita para garantir a vitória do Bilbao de forma sensacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.