Divulgação
Divulgação

Com um golaço no final, Coritiba derrota o Santos de virada por 2 a 1

Com 35 pontos, alvinegro caiu para o quarto lugar

Daniel Batista, Estadão Conteúdo

21 Agosto 2016 | 20h10

Em um jogo bem disputado e com direito a um golaço, o Coritiba derrotou o Santos de virada por 2 a 1, neste domingo, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 21.ª rodada, e evitou que o time alvinegro se aproximasse do líder Palmeiras.

Com o resultado, o Santos permaneceu com 35 pontos e caiu para o quarto lugar. Já o Coritiba foi para 25 e ficou ma 14.ª colocação. A boa notícia para os santistas é que este foi o último jogo sem o trio da seleção brasileira olímpica - Zeca, Thiago Maia e Gabriel.

O equilíbrio prevaleceu durante todo o jogo. Apesar da diferença de pontos no campeonato, Coritiba e Santos fizeram um jogo de igual para igual. No primeiro tempo, cada time teve uma grande chance, defendida pelos goleiros, e ficaram devendo em relação a oportunidade de gols.

Na etapa final, as duas equipes conseguiram criar mais chances de gol e o placar foi aberto após uma falha individual. Aos 14 minutos, o volante João Paulo tentou recuar para Wilson, mas jogou a bola curta. Ricardo Oliveira chegou primeiro, driblou o goleiro e mandou para as redes. Aos 27, a resposta. Raphael Veiga cruzou, Evandro desviou e Kleber chutou para deixar tudo igual.

Os dois gols deram a impressão de que as duas equipes passaram a acreditar mais na vitória e se lançarem com maior veemência para o ataque. E o Coritiba foi mais eficiente. Pouco antes de virar o placar, Wilson fez grande defesa em cabeçada de Gustavo Henrique.

Até que o garoto Iago, que havia entrada no lugar de Neto Berola, que pouco participou do jogo, acertou um chute espetacular, aos 41 minutos, e acertou o ângulo de Vanderlei. Um golaço, que garantiu a festa do time da casa e também do Palmeiras, que não terá o rival em sua cola.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 2 x 1 SANTOS

CORITIBA - Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e César Benítez (Evandro); Edinho, João Paulo, Juan e Raphael Veiga (Thiago Lopes); Kleber e Neto Berola (Iago). Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato, Léo Cittadini, Lucas Lima (Jean Mota) e Vitor Bueno (Joel); Copete (Rodrigão) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

GOLS - Ricardo Oliveira, aos 14, Kleber, aos 27, e Yago, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Neto Berola (Coritiba); Léo Cittadini, Gustavo Henrique e Jean Mota (Santos).

ÁRBITRO - Cláudio Francisco Lima e Silva (SE).

PÚBLICO - 7.972 pagantes

RENDA - R$ 177.455,00

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.