Amanda Perobelli|Estadão
Amanda Perobelli|Estadão

Com um pé no Corinthians, Clayson vive saia-justa na Ponte Preta

Atacante é cobiçado por rival da Ponte Preta na decisão do Campeonato Paulista

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2017 | 07h00

O atacante Clayson começou o ano sendo piada entre torcedores da Ponte Preta - falsas informações publicadas em um site fictício diziam que a Udinese estaria interessada em pagar 1,5 milhão de euro (R$ 5,1 milhões) pelo jogador. Atualmente, ele é um dos destaques do time de Campinas e poderá jogar no Corinthians após a decisão do Campeonato Estadual. 

A negociação, considerada constrangedora pelos dirigentes em decorrência da disputa do título entre os dois clubes, não foi sacramentada ainda por causa de uma pendência financeira.

A multa para tirar o atacante da Ponte é R$ 10 milhões. O Corinthians pretende pagar uma parte do valor em dinheiro e outra emprestando um atleta. O problema é saber quem vai. Mendoza interessa, mas ele não quer ir, pois ainda acredita que possa ser utilizado por Carille. 

Marciel aparece como plano B. Com excesso de volantes no Corinthians, o jogador foi convencido de que em Campinas ele terá mais espaço para jogar - como ocorreu com Maycon, que atua na mesma posição, jogou na Ponte em 2016 e hoje é titular do time de Fábio Carille. 

O Corinthians estaria disposto a liberar os dois atletas, mas emperra em um veto da CBF. A entidade permite que cada clube empreste, no máximo, três atletas para outra equipe. O time alvinegro já tem Lucca e Yago entre as opções de Gilson Kleina e ambos têm contrato até o fim da temporada. 

Nos bastidores, o fato de a Ponte ter chegado à decisão causou uma saia justa e desconforto entre os dirigentes, por receio de que Clayson possa se sentir pressionado para um lado ou outro na decisão. 

A ideia era adiar as conversas, mas o Corinthians teme que outro clube entre na briga e leve o jogador. Recentemente, o time paulistano anunciou o acerto com o atacante William Pottker e desistiu do negócio após a Ponte escalá-lo na Copa do Brasil. No fim, o artilheiro do Paulista - junto com Gilberto, do São Paulo - vai jogar no Internacional.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.