'Com um pouco de sorte teríamos vencido', diz Fernandes

Treinador lamenta chances desperdiçadas no segundo tempo, mas afirma que empate nesta quinta foi justo

Redação,

30 de outubro de 2008 | 23h28

O técnico do Santos, Márcio Fernandes, não achou ruim o empate conquistado pelo Santos contra o Sport Recife nesta quinta-feira na Ilha no Retiro. Mas, após o confronto, ele afirmou que sua equipe poderia ter conquistado os três pontos. "Criamos várias oportunidades e com um pouquinho mais de sorte teríamos vencido", assinalou.Veja também:Santos fica no 1 a 1 contra o Sport na Ilha do Retiro Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A - Resultados/CalendárioDê seu palpite no Bolão Vip do Limão No entanto, ele deixou claro que a igualdade no marcador foi justa. "O placar foi normal pelo o que as duas equipes produziram em campo".Como já havia feito durante toda a semana, ele criticou o adiamento do jogo de quarta para quinta, já que no próximo domingo o alvinegro tem o clássico contra o Palmeiras na Vila Belmiro."Não é desculpa, mas o jogo não deveria ter sido na quinta, estava marcado para quarta e não havia nenhum motivo para adiar. Agora certamente nosso desgaste será bem maior, pois faremos uma viagem de três horas", lamentou.Já para o goleiro Fábio Costa, o Santos fez um péssimo primeiro tempo, mas jogou melhor do que o adversário na etapa final. Ele ainda lamentou uma oportunidade clara de gol desperdiçada por Kleber Pereira quando faltavam cerca de 15 minutos para o encerramento do jogo."Ele poderia ter matado o jogo, mas perdeu a chance que teve", lembrou o goleiro, que fez grandes defesas durante o confronto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.