Com uniforme de clube chinês, Pato recebe 'boas-vindas' de Witsel

'Bem-vindo ao Tianjin Quanjian, amigo,' compartilha o jogador em seu perfil no Twitter

Estadao Conteudo

30 de janeiro de 2017 | 16h18

Alexandre Pato está mesmo a caminho do Tianjin Quanjian, da China, apesar de a imprensa espanhola ter noticiado um retrocesso nas negociações com o atacante aumentando sua pedida salarial. Nesta segunda-feira, o meia Witsel, também do Quanjian, recorreu às redes sociais para dar boas-vindas ao brasileiro.

"Bem-vindo ao Tianjin Quanjian, amigo Alexandre Pato", postou Witsel, no Twitter, ao compartilhar uma imagem em que os dois usam agasalhos do clube chinês. Os dois nunca jogaram juntos. O belga passou por Standard de Liège (Bélgica), Benfica (Portugal) e Zenit (Rússia). Pato, na Europa, defendeu Milan (Itália), Chelsea (Inglaterra) e Villarreal (Espanha). Mesmo assim, Witsel fez questão de usar "amigo" em português mesmo.

A expectativa é que o Tianjin Quanjian, clube que há um ano levou Vanderlei Luxemburgo, Jadson e Luis Fabiano para a segunda divisão da China, pague cerca de R$ 60 milhões ao Villarreal para contar com Pato. O time, recém-promovido, já gastou quase R$ 70 milhões para fechar com Witsel. O outro estrangeiro do elenco é o ex-santista Geuvânio.

O time, treinado por Fabio Cannavaro, está na Itália para fazer a sua pré-temporada. Pato não jogou com o Villarreal no fim de semana para fazer exames médicos no Tianjin Quanjian no sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.