Cesar Greco/ SE Palmeiras
Cesar Greco/ SE Palmeiras

Com uniforme e árbitro, Palmeiras simula jogo oficial em treino no Allianz Parque

Sem compromissos até o dia 12 de setembro, Abel Ferreira testa alternativas com o elenco alviverde

Redação, Estadão Conteúdo

04 de setembro de 2021 | 17h03

Com um período considerável para ajustar a equipe antes do próximo compromisso pelo Brasileirão, Abel Ferreira decidiu inovar. O treinador português comandou um treino diferente na manhã deste sábado. Com uniforme de jogo, dois tempos de 45 minutos e até arbitragem, o elenco simulou uma partida oficial no Allianz Parque.

A ideia da comissão técnica foi simular a intensidade, concentração e outros aspectos que envolvem um jogo oficial para que a equipe esteja preparada quando voltar a entrar em campo no dia 12, domingo, contra o Flamengo, pela primeira rodada do returno do Brasileirão.

Sem Weverton, Gustavo Gómez e Piquerez, que defendem as suas respectivas seleções nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, Abel escalou o time verde contra a equipe de branco.

A equipe verde entrou em campo com Jailson; Mayke, Felipe Melo, Luan e Victor Luís (Marcos Rocha); Gabriel Menino, Zé Rafael (Danilo) e Gustavo Scarpa; Gabriel Veron, Willian e Luiz Adriano. Já o time branco jogou com Mateus Oliveira; Breno Lopes, Danilo Barbosa (Michel), Kuscevic e Renan; Matheus Fernandes, Patrick de Paula e Dudu (Raphael Veiga); Rony, Wesley e Deyverson.

A partida terminou com vitória do time branco por 4 a 2. Capitão da equipe verde, Scarpa abriu o placar em uma bela finalização de fora de área aos oito minutos. Deyverson, capitão do branco, respondeu na sequência: após cruzamento de Wesley, aproveitou o rebote do goleiro e empatou aos 14.

O time branco conseguiu a virada aos 19 minutos, em cobrança de falta de Patrick de Paula, mas Luiz Adriano devolveu a igualdade no placar dez minutos depois após roubar a bola na entrada da área e deslocar o goleiro. Kuscevic anotou o terceiro do branco, aos 45, e o quarto e último gol da partida saiu no início do segundo tempo, em boa jogada de Wesley e finalização cruzada de Rony, aos dez minutos.

"Foi um treino gostoso, com intensidade, como se fosse um jogo mesmo. Desfrutei um pouco dessa braçadeira hoje, primeira vez como capitão", resumiu Deyverson sobre a experiência. "Sabemos que é entre nós mesmos, mas todos deram seu máximo, se dedicaram, e quem ganhou foi o Palmeiras, independentemente de branco ou verde. Agora vamos descansar e semana que vem trabalharmos mais forte ainda", completou o atacante, antes de exaltar a "semana forte de trabalho".

O lateral-esquerdo Jorge deu prosseguimento ao seu cronograma individual de recondicionamento e fez trabalhos no gramado na Academia de Futebol.

O Palmeiras folga domingo e volta a treinar na segunda-feira, às 16h, na Academia de Futebol. O clube é vice-líder do Brasileirão, com 35 pontos, quatro a menos que o líder Atlético-MG, que será seu adversário nas semifinais da Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.