Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Com Valdivia, Palmeiras enfrenta o Atlético Sorocaba

Equipe alviverde aposta na estreia do chileno em 2014 para conseguir a terceira vitória consecutiva

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2014 | 04h55

SÃO PAULO -  O começo do ano está sendo de muito otimismo para o torcedor do Palmeiras. A equipe venceu as duas partidas que disputou até aqui e bons reforços estão chegando. Neste domingo, o desafio é mais uma vez fora de casa, desta vez contra o Atlético Sorocaba, e com a presença de Valdivia, que precisa mais do que nunca honrar a fama de ídolo da equipe.

Foi feito um projeto especial para que o chileno estreasse só na terceira rodada do Paulista. O intuito era fazer com que ele fizesse um fortalecimento muscular e conseguisse, enfim, evitar tantas lesões. A diferença em relação aos últimos anos, é que não faltam motivos para ele se dedicar e dar o retorno tão esperado pelos torcedores.

O técnico do Chile, Jorge Sampaoli, está de olho no jogador. O treinador, assim como Gilson Kleina, vê Valdivia como fundamental para a Copa, mas só se ele estiver bem fisicamente. E no Palmeiras, pela primeira vez ele tem um parceiro que pode substituí-lo à altura.

Com a chegada de Bruno César, Valdivia precisa dar retorno, caso contrário, a torcida e Kleina podem chegar a conclusão que ele deixou de ser tão importante assim.

O treinador fez mistério e só garantiu que o chileno joga, mas sem assegurar se começa como titular ou não, mas a tendência é que ele saia jogando. “Isso é o planejamento. Valdivia tem a genialidade e a qualidade dele aumenta o poderio do time. Ele tem genialidade. Quanto mais puder jogar, é um ganho para todos nós ”, resumiu o animado Kleina.

Mas o Palmeiras não se limita a apenas a Valdivia. Mais uma vez, Lúcio será titular e, pelo menos no primeiro jogo, teve boa atuação. Hoje, mais uma vez vai atuar ao lado de Henrique e não poderá subir tanto ao ataque, já que o time estará mais ofensivo no meio de campo.

Sem Renato, que sofreu uma lesão na clavícula, Kleina pode colocar França - já que Eguren está machucado -, mas a chance maior é que o treinador aposte em uma formação mais ofensiva, com Marcelo Oliveira, Wesley, Serginho e Mazinho.

Além de Eguren e Renato, estão fora, machucados, Bruno Oliveira, Tiago Alves e Diogo. “Complicado logo no início da competição já ter cinco desfalques. Isso mostrar porque falamos tanto que é importante ter um elenco numeroso e de qualidade”, explicou.

VELHOS CONHECIDOS

No Atlético Sorocaba, o goleiro Deola é desfalque, porque pertence ao Palmeiras. O time conta com alguns personagens bens conhecidos dos palmeirenses. Fabinho Capixaba e Ewerthon estão confirmados. A dupla defendeu o Palmeiras e passou sem deixar saudades, assim como Lenny, outro ex-palmeirense, que não tem condições físicas.

O comando da equipe é de Ivan Baitello, técnico do Mirassol na histórica vitória por 6 a 2, no Paulistão do ano passado.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO SOROCABA: Fábio; Fabinho Capixaba, Fabão, Montoya e Alan; Boquita, Kasado, Alex Willian e Douglas Packer; Alex Reinaldo e Ewerthon.

Técnico: Ivan Baitello

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Henrique e William Matheus; Marcelo Oliveira, Wesley, Valdivia e MSerginho; Mazinho e Alan Kardec

Técnico: Gilson Kleina

JUIZ: Cássio Luiz Zamcopé

LOCAL: Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba

HORÁRIO: 17h

TV: Globo e Band

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.