Alex Domanski/Reuters
Alex Domanski/Reuters

Com vantagem confortável na Liga, Manchester fará rodízio de titulares

Alex Ferguson deve poupar alguns jogadores após vitória por 2 a 0 sobre o Schalke, na Alemanha

MITCH PHILLI, REUTERS

27 de abril de 2011 | 11h00

Quase nunca um técnico tem a chance de descansar jogadores essenciais na partida de volta de uma semifinal da Liga dos Campeões, mas o Manchester United dominou o Schalke 04 de tal maneira que Alex Ferguson planeja fazer exatamente isso.

Invicto em casa na atual temporada, e com a vantagem da vitória de 2 a 0 sobre o adversário alemão na terça-feira, o Manchester praticamente já garantiu sua passagem para a final do dia 28 de maio, e Ferguson tem a improvável opção de fazer um rodízio no time nas importantes partidas contra Arsenal e Chelsea no Campeonato Inglês.

Ryan Giggs fez o primeiro gol da vitória na Alemanha, tornando-se o jogador mais velho a balançar as redes na Liga dos Campeões, aos 37 anos e 148 dias, e Wayne Rooney acrescentou o segundo depois que United finalmente encontrou o caminho para bater o bom goleiro Manuel Neuer.

"Seria de se imaginar que aos 37 ele iria mostrar sinais de cansaço, mas não vejo nada isso", disse Ferguson após a grande atuação do meia-atacante Giggs.

"Cuidamos dele em termos de descanso antes dos jogos - ele não irá jogar no domingo (contra o Arsenal), mas joga na próxima quarta-feira (na partida de volta contra o Schalke)".

"Tenho boas opções, porque Nani poderia ter jogado, mas a atuação de (Antonio) Valencia mostrou porque ele está jogando. Temos (Paul) Scholes e Anderson. Temos problemas para escalar o time agora, mas é o que queremos. Temos jogos importantes chegando", acrescentou.

"Estamos ansiando pelo jogo de domingo e por um resultado positivo, porque este é um jogo muito importante para nós agora."

"Dependendo do resultado no domingo, posso fazer duas ou três alterações (para a partida de volta contra o Schalke), porque teremos o Chelsea no domingo seguinte."

"É um período de sete dias crucial para o clube, mas são os tipos de partida que os jogadores adoram. Acho que estamos chegando no auge", afirmou.

O United tem seis pontos de vantagem sobre o Chelsea e nove a mais que o Arsenal, faltando quatro jogos para o fim do Campeonato Inglês, e pode obter um inédito 19.º título da liga inglesa com dois jogos de antecedência.

Isso deixaria Ferguson na situação privilegiada de poder descansar seus principais atletas antes da final da Liga dos Campeões contra Barcelona ou Real Madrid, que disputam a primeira partida da semifinal nesta quarta-feira.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Schalke 0 x 2 Manchester United

video ESPN - United estraga dia de Neuer e sai na frente do Schalke

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.