Davi Klein/Reuters
Davi Klein/Reuters

Com virada relâmpago, Arsenal bate West Ham e encerra jejum de nove jogos

Time londrino não ficava tanto tempo sem uma vitória desde março de 1977

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2019 | 19h28

O Arsenal precisou de nove minutos para virar o jogo, vencer o West Ham por 3 a 1, nesta segunda-feira, no estádio Olímpico de Londres, no fechamento da 16ª rodada do Campeonato Inglês, e encerrar um jejum de nove jogos. A equipe londrina não ficava tanto tempo sem uma vitória desde março de 1977.

Foi o terceiro jogo sob o comando do sueco Fredrik Ljungberg, ex-jogador do clube, que assumiu interinamente após o espanhol Unai Emery ser demitido. O último triunfo havia sido no dia 24 de outubro sobre o Vitória de Guimarães, de Portugal, pela fase de grupos da Liga Europa.

A vitória fez o Arsenal subir duas posições na tabela, ocupando agora o nono lugar com 22 pontos. O West Ham estacionou nos 16 pontos e está em 16º.

Gabriel Martinelli foi uma das surpresas da escalação inicial de Ljungberg. Após receber oportunidades em jogos de copas e se destacar, o brasileiro aproveitou sua chance no Campeonato Inglês ao ser decisivo na virada no dérbi de Londres.

O Arsenal saiu atrás no primeiro tempo. Aos 38 minutos, após cruzamento na área, o zagueiro italiano Ogbonna cabeceou torto, mas a bola bateu em Maitland-Niles e tirou o goleiro Leno do lance. O árbitro de vídeo ainda analisou um possível toque de mão do jogador do West Ham, o que não aconteceu.

A equipe de Ljungberg não jogava bem, mas o talento de Gabriel Martinelli acordou o Arsenal. Foi dele o gol que abriu o caminho para uma virada relâmpago em apenas nove minutos. Aos 15, Lucas Torreira lançou Kolasinac pelo lado esquerdo. O lateral cruzou na área e o brasileiro surgiu para bater de pé direito no canto de David Martin. Foi o primeiro dele no Campeonato Inglês.

A virada aconteceu seis minutos depois. E foi um golaço. Aubameyang abriu para Nicolas Pépé na direita. O atacante de Costa do Marfim, que custou R$ 305 milhões, cortou para dentro e acertou um belo chute de pé esquerdo no ângulo. No terceiro, aos 24, os papéis se inverteram. Pépé cruzou e Aubameyang finalizou de pé direito, de primeira, sem chance para Martin.

Agora o Arsenal se concentra na briga para avançar ao mata-mata da Liga Europa. Na quinta-feira, o time inglês visita o Standard Liège, da Bélgica, para confirmar sua classificação no Grupo F. O empate garante o time londrino, que soma 10 pontos contra sete da equipe belga. O Eintracht Frankfurt, da Alemanha, está em segundo no grupo, com nove, e encara o Vitória de Guimarães.

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.