Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Com volante Gabriel, Palmeiras retoma treino em dois períodos

Alviverde está empolgado com manutenção da base de 2015

O ESTADO DE S. PAULO

11 de janeiro de 2016 | 07h00

O Palmeiras volta a treinar em dois períodos a partir desta segunda-feira. Apesar das sete contratações que fez por enquanto na temporada, o volante Gabriel é uma das principais apostas do torcedor palmeirense, após ter rompido o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. E o atleta está dando sequência ao processo de recondicionamento físico. Ele já fez trabalhos mais leves de preparação com os companheiros de time, com atividades na sala de musculação e no gramado, sob o comando do preparador Thiago Maldonado.

A previsão era que o tempo de recuperação fosse de seis a oito meses, mas Gabriel tem reagido tão bem ao tratamento que há quem aposte no clube que seu retorno pode acontecer já em fevereiro.

O Palmeiras começa o ano bastante animado. O alviverde espera largar na frente dos principais concorrentes na disputa por títulos em 2016. O entrosamento e o fato de não ter perdido nenhum jogador fundamental para a equipe faz com que o técnico Marcelo Oliveira e a diretoria inicie o ano cheio de confiança.

Além disso, o clube também investiu em reforços. Chegaram ao Palmeiras: Vagner, Edu Dracena, Roger Carvalho, Rodrigo, Moisés, Régis e Erik, esse último, a revelação do Campeonato Brasileiro de 2014. 

Quando olha para os lados, os palmeirenses ficam ainda mais animados. O Corinthians começa o ano quebrando a cabeça para se recompor de peças importantes que deixaram o clube: Jadson, Renato Augusto, Vagner Love e Ralf. Sem contar os nomes que são cotados para sair: Gil, Elias, Cássio. 

Já o São Paulo não sabe como será após a aposentadoria do ídolo Rogério Ceni. O tricolor também precisa se recuperar da turbulenta temporada de 2015, quando três treinadores deixaram o comando do clube, e a vaga na Libertadores veio para salvar um ano que parecia perdido. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.