Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Comandado por Seedorf, Milan leva virada e é eliminado no San Siro

No segundo jogo do holandês como técnico, o Milan é derrotado pela Udinese e está fora da Copa da Itália

Agência Estado

22 de janeiro de 2014 | 20h13

MILÃO - Clarence Seedorf não tem nenhum motivo para comemorar o início do seu trabalho como treinador. No segundo jogo dele no banco de reservas, o Milan perdeu da Udinese por 2 a 1 nesta quarta-feira, e acabou eliminado nas quartas de final da Copa da Itália em pleno San Siro. Domingo, na estreia do holandês como técnico, a equipe rubro-negra ganhou do Verona pelo Italiano.

Nesta quarta, parecia que o dia seria novamente favorável a Seedorf. Logo aos 7 minutos, De Sciglio cruzou da direita, Robinho deu leve desvio e Balotelli apareceu livre no meio da área para abrir o placar. Além do ex-santista, Kaká também foi titular. A Udinese, por sua vez, começou com Danilo, Gabriel Silva e Allan e deixou Naldo, Jádson, Douglas Santos e Maicossuel no banco.

Ainda no primeiro tempo, porém, Emanuelson, holandês como Seedorf, cometeu pênalti. O colombiano Muriel foi para a cobrança deixou tudo igual. Precisando de mais um gol, o Milan foi para o ataque com a entrada de Honda, mas levou o segundo. Aos 33, o uruguaio Nicolás Lopez, substituto de Muriel, fez jogada individual no meio campo, abriu espaço e bateu no canto, sem chances para Abbiati.

Classificado para as semifinais, a Udinese espera quem passar do clássico da Toscana, que será realizado quinta-feira, em Florença, onde a Fiorentina recebe o rival Siena. A próxima etapa da Copa da Itália, para a qual a Roma também está classificada, será realizada nas semanas dos dias 5 e 12 de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.