Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Combinação de resultados livra São Paulo do rebaixamento no Campeonato Brasileiro

Time do Morumbi chegou a ficar 14 rodadas na zona da degola durante o Nacional deste ano

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2017 | 19h44

Além do empate sem gols com o Botafogo, que fez o São Paulo chegar a 46 pontos, o empate do Vitória por 1 a 1 com o Cruzeiro, também neste domingo, e o fato de a equipe baiana enfrenta a Ponte Preta na próxima rodada do Brasileirão, asseguram que o time tricolor não será rebaixado para a Série B do Nacional.

+ TEMPO REAL - São Paulo 0 x 0 Botafogo

Com os resutlados deste domingo, o Vitória é o primeiro time fora do Z-4, com 40 pontos, um ponto a mais que a Ponte Preta, que tem um jogo e um ponto a menos que a equipe de Salvador. O confronto entre as duas equipes no Moisés Lucarelli no próximo domingo tira as chances de que as duas possam passar à frente do time de Dorival Junior na tabela. O Sport, com 38, em 18º, também já não alcança.  

Apesar de ainda não ter alcançado os 47 pontos estipulados como meta nos vestiários - o número era visto como o mínimo necessário para evitar a queda, o São Paulo já demosntra alívio. Para o treinador são-paulino, a reação do time no Nacional precisa ser exaltada.

"Nossa situação incomodava muito. Não poderíamos relaxar em momento algum. Esse objetivo foi alcançado e agora esperaremos o fim desta rodada para ver  oque poderemos alcançar no Campeonato Brasileiro. Não foi fácil, nem simples. No ano passado, outra grande equipe passou por dificuldade e caiu. Isso poderia ter acontecido com o São Pulo. Foi complicado e o esforço e a entrega de todos no São Paulo é digna de todos os elogios."

O São Paulo joga no próximo domingo no Paraná, contra o Coritiba e recebe o Bahia na última rodada do Nacional, no dia 3 de dezembro, no estádio do Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.