Começa depoimento na CPI do Futebol

O presidente da CPI do Futebol, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), acaba de abrir a reunião da comissão, destinada a ouvir o depoimento do ex-deputado estadual do Rio de Janeiro, José Francisco Veloso, que em 1994 presidiu uma CPI na Assembléia Legislativa, quando foi investigada a evasão de renda nos estádios de futebol. O deputado federal Robson Tuma (PFL-SP) que foi sub-relator da CPI do Narcotráfico não compareceu para depor. Segundo sua assessoria, no início da tarde, o parlamentar encontrava-se em São Paulo, nos funerais de Mário Covas. Álvaro Dias confirmou o adiamento para a terça-feira (13), do depoimento do ex-presidente do Vasco da Gama, Antonio Soares Calçada, que retornou hoje de viagem ao exterior. Segundo Dias, Calçada telefonou solicitando o adiamento do seu depoimento à CPI do Futebol, que estava marcado para amanhã. Embora a CPI não tenha recebido confirmação, Aremithas José de Lima, funcionário do departamento de futebol do Vasco da Gama, deve comparecer amanhã, às 10h, para falar sobre o depósito que a Vasco Licenciamentos S/A fez em sua conta bancária, no valor de R$ 2,03 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.