Começa votação do relatório da CPI

A votação do relatório final da CPI do Futebol foi iniciada há instantes, pouco antes das 10h30, no Senado Federal, em Brasília. Quatro senadores já manifestaram o voto favorável ao parecer do relator Geraldo Althoff (PFL-SC), que pede o indiciamento de 17 pessoas, a maioria, dirigentes de clubes ou federações e do presidente da CBF, Ricardo Teixeira. O senador Antero Paes de Barros (PSDB-MS) pediu a renúncia de Teixeira e admitiu que a CPI pode não ter levantado todos os problemas do futebol brasileiro. ?O futebol não é só este chiqueirinho que a CPI mostrou. Pode haver muito mais podridão?, disse ele.Antes de Paes de Barros, os senadores Gerson Camata (PMDB-ES) e Gilberto Mestrinho (PMDB-AM) já haviam antecipado os seus votos a favor do relatório. Apesar de ter votado a favor ?em termos?, o senador Gilvan Borges (PMDB-AP), criticou a forma como a CPI foi conduzida. Segundo ele, as investigações foram feitas de maneira ?facciosa e tendenciosa?.Borges comparou a comissão parlamentar à inquisição. De acordo com ele, os julgamentos foram feitos com base em ?indícios estapafúrdios?. Gilvan Borges disse ainda que o julgamento feito na comissão é pior que o do Ministério Público (para onde o relatório será encaminhado) ?já que na Justiça, o amplo direito de defesa certamente será respeitado?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.