Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

'Cometemos muitos erros e desperdiçamos dois pontos', lamenta Bauza após 2 a 2

Treinador diz ainda estar confiante que Tricolor brigará pelo G-4

Fábio Hecico, Estadão Conteúdo

31 de julho de 2016 | 15h41

Edgardo Bauza sempre ressalta que as equipes fora da briga pelo título do Brasileirão também vão dar trabalho na competição. Mas ele, assim como o grupo, não imaginava outro resultado diante da Chapecoense que não fosse a vitória. O tropeço amargado no Morumbi, neste domingo, foi bastante sentido pelo treinador do São Paulo, que por vezes afirmou estar "triste" pelo 2 a 2.

"Cometemos erros hoje e perdemos dois pontos. Queríamos ganhar e não pudemos, estamos muito tristes. Agora é continuar jogando, falta muito ainda", afirmou o comandante, confiante que o São Paulo ainda brigará por um lugar no G-4 da tabela de classificação. 

Mesmo reclamando dos erros, Bauza não fez críticas abertas aos defensores. Nem mesmo o fato de já serem 50 gols sofridos em 48 jogos sob sua batuta. "Devemos estar entre as cinco melhores defesas, comparado com anos anteriores. Hoje cometemos erros, mas a parte defensiva tem melhorado muito. Foi um jogo com grande entrega, com o time tratando de levantar um resultado todo adverso. Sei que necessitamos melhorar, mas o que falta é melhorar de metade do campo para a frente", observou.

Sim, para Bauza o São Paulo ainda peca na hora de anotar e criar os gols. "Hoje fizemos uma melhor partida que as anteriores", disse ao procurar ver méritos no empate. "Mas cometemos erros. Quando o time não comete erros, não passa pelo sufoco que foi. O resultado veio mais por dois erros nossos do que por virtudes do rival. Foram erros que não são habituais, ficamos há muito tempo sem levar gol de bola parada."

Ele terá três dias para tentar arrumar o time. Na quinta-feira, o São Paulo encara o Atlético-MG, às 19h30, no Morumbi, sem Cueva e Bruno, ambos suspensos. O confronto valerá pela penúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.