Comissão da FPF vai recomendar anulação

A comissão de inquérito que investigou possível manipulação de resultados nos 12 jogos apitados por Edilson Pereira de Carvalho e nos 10 dirigidos por Paulo José Danelon no Campeonato Paulista concluiu nesta quarta-feira o relatório que o Tribunal de Justiça Desportiva vai utilizar como instrumento para decidir se anula ou não partidas da competição. A decisão do TJD deverá ocorrer na próxima semana. ?Vamos respeitar os prazos, mas pretendemos dar a posição do tribunal rapidamente??, disse o presidente Naief Saad Neto à tarde, antes de receber o material.A Agência Estado apurou que pelo menos duas partidas, que seriam Portuguesa Santista x União São João e Guarani x Atlético Sorocaba (ambas apitadas por Danelon), receberão recomendação para que sejam anuladas. No entanto, é pouco provável que isso aconteça, pois poderia provocar uma reviravolta que comprometeria a competição de 2006. O problema é que possíveis manipulações mudariam o rebaixamento. Como uma virada de mesa pela qual não cairia ninguém não poderá ocorrer, pois feriria o Estatuto do Torcedor, a solução pode ser indenizar o clube que for prejudicado. O presidente da FPF, Marco Polo del Nero, inclusive, já acenou com essa hipótese, que dependeria da aprovação do Conselho Arbitral.O resultado do trabalho da comissão foi dividido em um relatório coletivo e outros com as impressões de cada um dos participantes da investigação ? os ex-juízes Silas Santana e Sidrack Marinho dos Santos e o ex-auxiliar Teodoro de Castro Nico. O inquérito foi presidido pelo delegado Osvaldo Nico Gonçalves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.