Comissão do Real não fala sobre Robinho

Os cartolas do Real Madrid impõem uma ?mordaça? na comissão técnica do time espanhol para que a transferência de Robinho não seja motivo de especulações. "Fomos instruídos pela direção do clube a não fazer qualquer comentários e esperar o desfecho das negociações. Até lá, não podemos abrir a boca", afirmou o preparador físico do Real, o brasileiro Antônio Mello, que está na China em turnê com a equipe.O Real já teria feito o depósito de US$ 30 milhões para conseguir a liberação do jogador do Santos. Mas a equipe da Vila Belmiro pede US$ 50 milhões. Até mesmo o técnico Vanderlei Luxemburgo teria sido solicitado a não dar novas declarações sobre o caso. "Entendemos que o assunto deve agora ser tratado pelo Santos", afirmou Mello, que conta que está sendo obrigado a ler os jornais brasileiros para saber o que está ocorrendo com a contratação do brasileiro. "A comissão técnica não fica sabendo de nada aqui", disse.Questionado se Robinho teria um lugar no time, o preparador afirmou que essa seria uma decisão de Luxemburgo, mas que acreditava que haveria espaço. No Real, ninguém nega que Luxemburgo sempre esteve interessado em contar com Robinho. Em sua primeira semana dirigindo a equipe, em fevereiro, o técnico brasileiro já ligou para Robinho para comentar como era a vida em Madri e já iniciar um processo para convencer o jogador a optar pelo Real.Ronaldo - Mello ainda destacou que, na retomada da preparação do Real para a temporada 2005-2006, o atacante Ronaldo está "muito bem" e que perdeu peso depois das férias. Para ele, o atacante tem todas as condições de voltar à seleção brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.