Arquivo/AE
Arquivo/AE

Comitê Organizador garante São Paulo como uma das sedes da Copa 2014

Presidente Caio Luiz de Carvalho diz que Morumbi ainda apresentará novo projeto à Fifa e rechaça 'Plano B' para a capital

estadão.com.br,

13 de abril de 2010 | 16h32

Apesar do veto da Fifa para abertura da Copa 2014 no Morumbi, o Comitê Organizador do Mundial em São Paulo garante que a capital não deixará de ser uma das 12 sedes da competição. Um novo projeto do estádio, que ainda não desistiu de receber o primeiro jogo, com as novas exigências da entidade máxima do futebol será entregue em 15 deste mês.

Veja também:

linkFifa reafirma que Morumbi não pode receber abertura

linkFifa vai cobrar o Brasil por estádios

"O São Paulo Futebol Clube está trabalhando para atender a todas as exigências da Fifa", disse Caio Luiz de Carvalho, presidente do Comitê paulistano, que não acredita na possibilidade da cidade ficar de fora do Mundial.

 

Em nota, a Fifa divulgou que o Cícero Pompeu de Toledo só teria capacidade para receber os demais jogos da primeira fase e das oitavas de final. Apesar disso, um alto executivo da Fifa revelou ao Estado que a entidade pretende excluir o estádio da Copa.

 

Ainda com a possível recusa do Morumbi, a construção da arena do Corinthians surgiu como uma espécie de "Plano B" para São Paulo. O Comitê Organizador também rechaça essa alternativa.

 

"O estádio indicado para sediar os jogos da Copa 2014 em São Paulo é o Morumbi. O sempre citado projeto de Pirituba - ainda em fase de estudos e busca de parceiros privados - é um complexo de eventos que inclui centros de convenções e feiras, hotéis e uma arena multiuso para não mais do que 35 a 40 mil pessoas", disse Carvalho. A Fifa exige pelo menos 65 mil lugares para o jogo inaugural.

 

TENDÊNCIA?

Dada a negativa do estádio do São Paulo, o Maracanã também aparece como um dos candidatos para a partida de estreia - o Mineirão, em Belo Horizonte, corre por fora. No Mundial deste ano na África do Sul, o Soccer City irá receber tanto o jogo de abertura quanto a grande final. A última vez que isso aconteceu foi 1998 com os dois jogos no Estade de France.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.