Comitê Organizador quer Beckham na abertura da Copa

O Comitê Organizador Local (LOC, na sigla em inglês) da Copa do Mundo da África do Sul 2010 quer o inglês David Beckham, afastado dos gramados por lesão, na cerimônia de abertura do torneio.

EFE,

24 de março de 2010 | 11h56

Beckham "ainda tem um grande apelo na África do Sul", disse o diretor-executivo do LOC, Danny Jordaan, citado pelo jornal The Star, que lembrou o batalhão de câmeras que perseguiram o inglês em sua passagem pela Cidade do Cabo durante o sorteio de grupos em dezembro do ano passado.

"Li que (o técnico italiano da Inglaterra, Fabio) Capello quer que ele esteja com a equipe. Falaremos com eles para ver se há tempo e se é possível. Tenho certeza de que se ele estiver por aqui, poderá participar", disse Jordaan.

Beckham rompeu o tendão de Aquiles, há dez dias, durante um jogo do Milan contra o Chievo, em Milão, pelo Campeonato Italiano.

O jogador, que tem direitos federativos ligados ao Los Angeles Galaxy (Estados Unidos), foi emprestado ao Milan. Ele foi operado em Turku (Finlândia) e não vai se recuperar a tempo de disputar o Mundial, um drama para o time inglês e também para o jogador, que queria disputar sua quarta e última Copa do Mundo.

Beckham, de 34 anos, provavelmente estará na África do Sul durante o Mundial, assim como muitas outras personalidades do futebol, mas o LOC quer que sua viagem não seja apenas "turística", mas ajude a fazer o torneio ainda mais atrativo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa 2010David Beckham

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.