Completa, defesa do Palmeiras tenta manter boa fase

Contando com o retorno do zagueiro Thiago Heleno, recuperado da amidalite que o afastou da última rodada, a defesa do Palmeiras volta a estar completa no jogo desta quarta-feira, contra o Atlético-PR, em Curitiba. E, com isso, espera manter a boa fase: tem os melhores números do Brasileirão, com apenas 18 gols sofridos em 21 jogos disputados.

AE, Agência Estado

06 de setembro de 2011 | 20h27

Além de Thiago Heleno, o técnico Luiz Felipe Scolari poderá escalar o goleiro Marcos, o lateral-direito Cicinho, o zagueiro Henrique e o lateral-esquerdo Gabriel Silva, que formam a defesa ideal do Palmeiras na atualidade. Assim, a ordem é frear o ataque do Atlético-PR, mantendo a boa performance defensiva, e ajudar o time a ganhar o jogo.

"É sempre ruim ficar de fora, mas volto com toda a força possível para tentar ajudar o Palmeiras. Sei o quanto é difícil jogar na Arena da Baixada e sabemos que o Atlético vai vir com tudo para sair das últimas posições. Mas nós precisamos ser ainda mais fortes e encarar esse desafio como já fizemos em outros jogos", afirmou Thiago Heleno.

"Quando jogamos em casa, partimos para cima e é muito difícil do Palmeiras ser batido. Fora, precisa ser a mesma coisa. Temos time para encarar os nossos adversários e é essa postura que precisamos adotar, sem medo de buscar os resultados positivos", afirmou Henrique, que vai, aos poucos, se entrosando com Thiago Heleno.

Contratado recentemente pelo Palmeiras, Henrique foi convocado pelo técnico Mano Menezes para defender a seleção brasileira no jogo com a Argentina, no dia 14 de setembro, em Córdoba. "Jogar ao lado dele tem sido excelente. É um atleta com ótimo senso de posicionamento, que desarma como poucos e ainda chega bem ao ataque", elogiou Thiago Heleno.

"Venho jogando seguidamente e estou completamente adaptado e com ritmo de jogo", revelou Henrique, ao comentar sobre a convocação para a seleção. "As futuras convocações vão depender do meu momento no Palmeiras. Tudo de bom que eu fizer aqui será consequência. Mas é um passo de cada vez e, claro, estou muito feliz com essa lembrança."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.