Instagram/Reprodução
Instagram/Reprodução

Comunicação visual da Arena Corinthians quer 'intimidar' adversários

Entrada do vestiário do visitante tem a inscrição 'Bem-vindo ao hospício' e cria uma atmosfera para mostrar quem manda no estádio

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

21 de janeiro de 2015 | 19h29

O Corinthians divulgou nesta quarta-feira uma imagem que mostra como está o vestiário dos visitantes em seu estádio, a Arena Corinthians, no bairro de Itaquera, na zona leste de São Paulo. Na imagem dá para ver frases como "Bem-vindo ao hospício e Aqui é Corinthians". Segundo Pedro Hashimoto, sócio-diretor da Alcalina Sports & Branding, a divisão de empreendimentos esportivos do Estúdio Alcalina, a intenção foi criar uma atmosfera que favoreça os donos da casa. "Queríamos reforçar que ali é território do Corinthians e deixar claro quem é visitante", disse.

Se de um lado estão frases mais "agressivas", do outro estão lemas de apoio como "Vai Corinthians" e "Jogai por Nós". "A gente tem uma linguagem integrada e única para todo estádio, porém elementos distintos no lado do Corinthians e no do visitante. No lado do clube, a comunicação é leve, com menos preto e mais branco, com imagens motivacionais e inspiradoras, como as expressões dos torcedores e as próprias frases. No lado visitante, as imagens são mais agressivas, com torcedores com expressões mais fortes, tomados pela emoção, e frases mais direcionadas ao adversário", contou.

Hashimoto explica que o processo levou cerca de um mês, entre criação dos desenhos, execução e instalação. "Mas a gente já vinha trabalhando com o clube a quatro mãos na definição do escopo muito antes disso. O projeto tem três pilares: história, torcida e paixão e queríamos fazer um design atemporal e internacional. A principal preocupação foi integrar a comunicação com a forma do estádio", afirmou, lembrando que os trabalhos tiveram participação do clube, do arquiteto Anibal Coutinho, do escritório CDC, e do diretor de criação convidado Pedro Inoue. Já a produção e instalação foram feitas pela Gráfica Camera Press.

O resultado disso pode ser visto nas paredes do estádio em Itaquera. "Temos mensagens visuais e textuais, que reforçam essa atmosfera que o time visitante vai enfrentar na arena. Usamos imagens estilizadas e vetorizadas, sem caracterização das pessoas para não ter problema com direito de imagem", concluiu Hashimoto, lembrando que o projeto tem três fases. "Na primeira trabalhamos em áreas da arena, no caminho dos jogadores e nas áreas de circulação de público. A ideia é expandir para sala de imprensa, outros setores mais vips. Já a terceira fase envolveria projeções, com recursos mais tecnológicos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.