Reprodução
Reprodução

Comunidade LGBT elogia ação 'contra o preconceito' de Emerson Sheik

Grupo Dignidade LGBT divulgou nota repudiando críticas homofóbicas a foto de selinho

O Estado de S. Paulo

20 de agosto de 2013 | 13h16

SÃO PAULO - O Grupo Dignidade LGBT divulgou nesta manhã uma nota de apoio a Emerson Sheik, muito criticado por boa parte dos torcedores depois de publicar foto no Instagram dando um selinho em um amigo, após a última vitória do Corinthians, no domingo.

 

A comunidade em defesa dos direitos das lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais repudia a "reação exacerbada e preconceituosa", vista especialmente nas redes sociais, ao atacante e parabeniza "a coragem e o desprendimento dos dois, que num gesto corajoso dizem não ao preconceito e ao machismo".

 

Emerson se pronunciou nesta segunda sobre a polêmica, em entrevista ao programa Dono da Bola, e criticou o machismo no futebol. "Quero deixar claro que em nenhum momento desrespeitei alguém. Lá era o Emerson pessoa. O Isaac é um cara que eu tenho imenso carinho, que agrega muito na minha vida. E o Isaac é um queridão. A esposa dele está grávida, está vindo um menininho. E daí a galera levou para um lado negativo. Acho que é um preconceito babaca".

 

Cinco torcedores foram ao Centro de Treinamento Joaquim Grava, na tarde de ontem, levando faixas em protesto à iniciativa do atleta, com dizeres como "Vai beijar a P.Q.P.", "Aqui é lugar de homem", "Viado não" e "Respeito".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEmerson SheikCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.