Divulgação
Divulgação

Conca fica fora de treino do Fluminense para acertar saída

Meia é liberado de treinamento para resolver detalhes de sua volta ao futebol chinês após receber proposta do Shanghai Dongya

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2015 | 11h53

De saída do Fluminense, o meia argentino Darío Conca nem apareceu nesta sexta-feira nas Laranjeiras. O jogador foi liberado pela diretoria para resolver questões relativas à transferência para o futebol chinês e pode ser anunciado a qualquer momento como reforço do Shanghai Dongya, treinado pelo sueco Sven Göran Eriksson.

Nos corredores das Laranjeiras, comenta-se que a negociação renderá um salário de cerca de R$ 2 milhões por mês ao argentino. O negócio será concluído porque, além de o Fluminense não conseguir cobrir a proposta, renderá uma compensação financeira ao clube e à antiga parceira, a Unimed Rio, que banca inclusive a maior parte dos vencimentos do meia.

Sem Conca, o técnico Cristóvão Borges comandou mais um treinamento nas Laranjeiras, na pré-temporada do Fluminense. Ele dividiu o grupo em dois times com 13 jogadores de cada lado para uma atividade em campo reduzido, com a intenção de trabalhar a movimentação e a troca de passes em espaços curtos.

De um lado, Cristóvão escalou: Diego Cavalieri, Renato, Henrique, Guilherme Mattis e Giovanni; Edson, Rafinha, Jean, Vinícius e Wagner; Lucas Gomes, Walter e Fred. Já o outro time teve: Júlio César, Wellington Silva, João Filipe, Victor Oliveira e Guilherme Santos; Luiz Fernando, Igor Julião, Fernando, Olivera, Marlone e Robert; Pablo Dyego e Michael.

Após essa atividade, uma parte do elenco trabalhou jogadas de bola parada defensivas. Já o meia Cícero não treinou ao lado dos seus companheiros, dando sequência ao trabalho de transição com exercícios físicos.

Neste sábado, às 9h30, o Fluminense disputará um jogo-treino contra a Cabofriense, nas Laranjeiras. O time vai estrear no Campeonato Carioca em 1º de fevereiro, diante do Friburguense, às 19h30, no Maracanã.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseConcaShanghai Dongya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.