Conca mostra confiança, mas pede cautela com Grêmio

Preocupado com o ataque do Grêmio, o meia Conca pediu nesta sexta-feira atenção ao Fluminense para o jogo de domingo, no Olímpico. O argentino pregou cautela à equipe carioca para surpreender fora de casa e iniciar uma reação no Campeonato Brasileiro.

AE, Agencia Estado

18 de setembro de 2009 | 21h09

"É atenção a todo o momento. Temos que marcar bem e quando tivermos a posse de bola procurar atacar", alertou Conca, consciente das qualidades do adversário. "O Grêmio é um time forte, que marca muito e é empurrado pela torcida", destacou. O Fluminense é o lanterna da competição, com apenas 18 pontos.

Contudo, Conca mostrou confiança na capacidade do time em obter uma vitória na casa do adversário. "Vamos trabalhar para sair de Porto Alegre com um bom resultado. O Fluminense conta com jogadores qualificados e um bom time. Se o trabalho for bem dentro de campo, teremos totais condições de fazer um bom jogo. Vamos confiantes para domingo", avisou.

Conca também comentou a ausência do atacante Maxi López, que cumprirá suspensão no domingo, desfalcando o time da casa. "O Maxi é um jogador de qualidade e sua ausência será sentida pelo Grêmio. Conheço bem o que ele pode fazer dentro de campo. Jogamos juntos no River Plate e ele sempre se destacou pelos gols marcados", recordou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.