Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Conca não descarta defender seleção brasileira

'Deixa o telefone do Mano tocar e daí eu respondo', afirma o jogador do Fluminense

BRUNO LOUSADA, O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2010 | 20h47

RIO - O meia Conca está iniciando o processo de naturalização no País. A princípio, não faria isso para defender a seleção brasileira. O objetivo inicial é facilitar sua vida no País, onde mora há quatro anos. Mas ele deixou as portas abertas caso o técnico Mano Menezes queira convocá-lo para a equipe pentacampeã mundial. Se o seu telefone tocar e surgir um convite para defender o time canarinho, o apoiador do Fluminense deixou claro que vai pensar no assunto.

Veja também:

Conca: 'Foi o melhor ano da minha carreira'

"É difícil que isso aconteça. O Mano conta com grande jogadores, a camisa do Brasil é muito importante. Se ele chamar o Conca, vai tirar quem? Nunca parei para pensar como seria defender o Brasil. Teria que aparecer a oportunidade para eu dizer [como seria a sensação]", disse nesta quarta-feira.

Diante da insistência dos jornalistas em saber se ele aceitaria defender o time canarinho, o craque do Brasileirão 2010 declarou com bom humor: "Deixa o telefone [ligação do Mano] tocar e daí eu respondo", completou.

Único jogador de linha a participar das 38 rodadas do Brasileiro, vencido pelo Fluminense, ele tem planos de continuar no clube. Seu contrato termina no fim do ano que vem e o jogador deseja renová-lo por mais cinco temporadas. "Fico por 20 anos aqui". Mas não descartou ir para a Europa se um time de ponta da Europa lhe fizer uma proposta vantajosa. "Só [saio] se aparecer uma coisa muita boa", garantiu. 

Cirurgia. Depois das férias, Conca será submetido a artroscopia no joelho esquerdo, o que deve afastá-lo dos gramados por um mês. Com isso, a expectativa é a de que o apoiador só volte ao time no começo da Copa Libertadores, em fevereiro, ficando fora das primeiras partidas do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.