Concacaf anuncia que não terá clubes na Sul-Americana

A edição deste ano da Copa Sul-Americana não terá participantes da Concacaf - zona que inclui as Américas do Norte, Central e Caribe. A decisão foi anunciada nesta terça-feira, e afeta diretamente os mexicanos Monterrey e Puebla, que ganharam em campo uma vaga na competição.

AE-AP, Agencia Estado

30 de junho de 2009 | 15h07

Desde 2005, a Concacaf tinha direito a indicar equipes para o torneio, organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) - em 2006, o mexicano Pachuca conquistou o título. O acordo entre as duas entidades era válido por quatro anos, até 2008, e não terá continuidade.

"Lamentamos que as equipes designadas pelo México - Monterrey e Puebla - não possam participar da Copa Sul-Americana, devido a uma decisão da Concacaf", disse Chuck Blazer, diretor da entidade. Ele explicou que a decisão tem como objetivo deixar as equipes mais envolvidas com os campeonatos de sua própria região, como a Liga dos Campeões da Concacaf.

A retirada das equipes é mais um capítulo na disputa entre a Concacaf e a Conmebol. A briga começou durante a fase de oitavas de final de Libertadores deste ano, quando São Paulo e Nacional recusaram-se a enfrentar Chivas e San Luis no México, devido à epidemia de gripe suína. Os dois clubes mexicanos retiraram-se da competição.

Segundo Chuck Blazer, os clubes mexicanos continuarão na Libertadores em 2010, devido ao compromisso já firmado com a Conmebol. Em novembro, contudo, haverá uma reunião do comitê da Concacaf para decidir sobre as participações futuras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.