Lee Jin-man/AP
Lee Jin-man/AP

Condição física dos jogadores preocupa Felipão para jogo contra a Zâmbia

Atletas demonstram cansaço por conta da viagem cansativa à Ásia

O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2013 | 07h30

PEQUIM - Luiz Felipe Scolari terá de ouvir com muita atenção os médicos e preparadores físicos da seleção brasileira para escalar a equipe que vai enfrentar a Zâmbia na próxima terça-feira, no Estádio Ninho de Pássaro, em Pequim, China. Alguns jogadores terminaram a partida contra a Coreia do Sul, no sábado, com pequenas lesões e todos eles, sem exceção, demonstram o cansaço causado pela viagem à Ásia.

Não foi uma surpresa o fato de alguns jogadores terem se machucado contra a Coreia. A equipe da casa, talvez excessivamente empolgada com a chance de enfrentar o Brasil, foi bastante agressiva, especialmente no primeiro tempo, quando Neymar sofreu nove faltas (ele sofreu mais três na segunda etapa). Felipão chegou a reclamar da atitude dos asiáticos. "A julgar pelo número de faltas que a Coreia fez, acho que eles foram agressivos demais."

Não bastassem as pancadas dos sul-coreanos, ainda há o desgaste causado pela viagem. Desde que chegou à Coreia, há uma semana, Felipão tem se queixado do cansaço, tanto que chegou a reclamar da empresa que comprou da CBF o direito de organizar os amistosos da seleção – ele gostaria de disputar as duas partidas na Europa, onde joga a maior parte dos convocados pelo treinador.

Precaução. O gaúcho já tinha a ideia de fazer algumas mudanças na equipe com o objetivo de testar contra Zâmbia jogadores que não são titulares. A questão agora é saber se alguém terá de ser poupado por razões físicas. Apesar do jogo bruto da Coreia do Sul, todos os jogadores que atuaram no sábado têm condições de entrar em campo amanhã, mas é possível que Felipão decida preservar os mais desgastados para não correr o risco de devolver alguns jogadores machucados a seus clubes.

A seleção faz seu único treino em Pequim nesta segunda-feira. Essa atividade será muito importante para que Felipão saiba quais são as condições físicas de seus comandados, dando a ele as informações necessárias para escalar o time que jogará amanhã.

A ideia inicial do treinador é fazer três mudanças na equipe que derrotou a Coreia do Sul. A mais provável é a entrada de Ramires no lugar de Hulk. Felipão chegou a treinar com o volante do Chelsea entre os titulares antes do primeiro amistoso, mas decidiu manter na equipe o atacante do Zenit. Quem também está muito cotado para jogar amanhã é o volante Lucas Leiva, convocado pela primeira vez por Felipão, provavelmente na vaga de Luiz Gustavo. Outro que pode ganhar uma chance é o zagueiro Henrique.

Ontem, a equipe brasileira fez apenas uma leve atividade física na academia do hotel em que a delegação está hospedada em Pequim. Antes, alguns jogadores aproveitaram para fazer turismo. Neymar, Daniel Alves, Marcelo, Dedé, Dante e Alexandre Pato visitaram, entre outras atrações, um mercado popular da capital da China.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.