Confederação define Emirados Árabes como sede da Copa da Ásia de 2019

Os Emirados Árabes Unidos vão sediar a próxima edição da Copa da Ásia, que será realizada em 2019. Nesta segunda-feira, a Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla em inglês) anunciou a escolha do país-sede, definida em encontro do seu comitê executivo, realizado em Manama, no Bahrein.

Estadão Conteúdo

09 Março 2015 | 14h53

Além dos Emirados Árabes, o Irã também havia apresentado a sua candidatura para sediar a próxima Copa da Ásia. Mas a confederação continental fez a sua opção pelos Emirados Árabes, que já organizou uma edição do torneio, em 1996, quando a seleção anfitriã foi derrotada na final pela Arábia Saudita.

"Eu gostaria de parabenizar a Associação de Futebol dos Emirados Árabes Unidos por sua candidatura bem sucedida para sediar a Copa da Ásia de 2019", disse o presidente da AFC, o xeque Salman bin Ebrahim Al Khalifa.

"O Comitê Executivo da AFC foi convencido pelos méritos da candidatura dos Emirados Árabes Unidos. Acredito firmemente que a Associação de Futebol dos Emirados Árabes Unidos vai sediar um torneio que poderá igualar e, potencialmente, até mesmo ultrapassar a impressionante Copa da Ásia de 2015 na Austrália, que todos nós testemunhamos", completou o dirigente.

A edição de 2019 da Copa da Ásia será a 17ª da história. Na última delas, no início deste ano, a Austrália, a anfitriã da competição, assegurou o título ao derrotar a Coreia do Sul na final por 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.