Tatyana Makeyeva / Reuters
Tatyana Makeyeva / Reuters

'Confiamos de verdade que podemos chegar à final', ressalta meia russo Golovin

Meiocampista avalia próximo adversário, a Croácia, e acredita que o confronto será "parelho"

Estadão Conteúdo

04 Julho 2018 | 09h46

O meio-campista Aleksandr Golovin afirmou que a classificação da Rússia às quartas de final da Copa do Mundo cumpre parte do objetivo da seleção, que é alcançar a decisão do torneio no qual a seleção do país atua como anfitriã. Depois de eliminar a Espanha, o próximo compromisso dos russos será contra a Croácia, às 15 horas (de Brasília) deste sábado, em Sochi.

+ Dzagoev sente problema nas costas e desfalca treino da Rússia

+ Russos abraçam sua seleção com campanha surpreendente no Mundial

+ Cansaço e calor preocupam a seleção russa nas fases decisivas

"Antes do jogo com a Espanha (pelas oitavas), nós já pensávamos que tudo era possível. Éramos conscientes de que podíamos chegar à final. Agora, confiamos de verdade que podemos alcançar esse objetivo", disse Golovin em coletiva de imprensa concedida nesta quarta-feira, em Novogorsk.

Após empate no tempo normal, por 1 a 1, e a manutenção do resultado na prorrogação, o meio-campista foi o terceiro cobrador na disputa de pênaltis que garantiu a classificação da Rússia. Com sucesso, apesar da quase defesa de David de Gea, Golovin chutou forte e acertou o meio do gol.

"Eu sabia que estava muito cansado e que bater colocado não era uma boa ideia. Por isso, decidi antes que chutaria forte. Em certa medida, tive sorte por De Gea não conseguir chegar na bola", afirmou Golovin, que não descarta que a equipe adversária tenha subestimado a Rússia no duelo disputado no estádio Luzhniki, em Moscou, no último domingo. "Os espanhóis jogaram um pouco relaxados", disse.

 

Golovin comparou a próxima adversária da Rússia com a seleção espanhola. "A Croácia joga com menos posse de bola, mas não quer dizer que seja mais frágil. É uma equipe que tem um estilo de jogo diferente do que apresenta a Espanha. Não tem o objetivo de manter a bola durante toda a partida. Enfrentar um time desse tipo é mais fácil. Creio que a partida vai ser mais ou menos parelha", opinou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.